CONECTE-SE CONOSCO

Dinheiro

Quais os melhores investimentos para sair da poupança

Publicado

em

Quais os melhores investimento para sair da poupança

Em 2021, a poupança completou 160 anos, recebendo cada vez menos recursos de pessoas que buscam uma boa rentabilidade, por mínima que seja. Criada por meio do decreto nº 2.723 de 12 de janeiro de 1861 e assinada por D. Pedro II, originalmente tinha como objetivo captar os recursos das classes mais pobres.

Mas, porque as pessoas estão fugindo da poupança? A resposta é simples! O rendimento da poupança está relacionado à Taxa Selic e à Taxa Referencial. Sempre que a Taxa Selic estiver abaixo de 8,5%, a correção da caderneta de poupança é equivalente a 70% desse valor; e, quando a Selic for maior que 8,5%, o rendimento da poupança será de 0,5% ao mês + a TR.

os melhores investimento para sair da poupança

CDB, LCA e LCI entre opções melhores

“LCIs e LCAs são isentas de Imposto de Renda, então seu retorno costuma ser melhor que o dos CDBs, que pagam imposto. Mas você fica com o dinheiro preso até o vencimento do título, o que não acontece com o CDB.

Essas opção de investimento é gantido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC). 

VOCÊ PODE GOSTAR:  MEI: Veja o que mudou em meio a pandemia do coronavírus

Recibos de Depósito Bancário (RDB)

Os Recibos de Depósito Bancário (RDB) são títulos emitidos por instituições financeiras para captação de recursos. Seu dinheiro é usado, para realizar diferentes atividades, como empréstimos para pessoas físicas e jurídicas. E você recebe a remuneração no prazo de vencimento.

A remuneração, geralmente, é pós-fixada, ou seja, varia conforme um indicador. Ele costuma ser o Certificado de Depósito Interbancário (CDI), que é a referência nas operações entre os bancos. Essa taxa costuma ter um resultado próximo à Selic.

o RDB é regido por meio de alíquotas de imposto de renda progressivas com base nos índices abaixo:

  • 22,5% para investimentos com até 180 dias;
  • 20% para investimentos entre 181 e 360 dias;
  • 17,5% para investimentos entre 361 e 720 dias;
  • 15% para investimentos acima de 720 dias

Lembrando que o RBD também é gantido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um Programa do Tesouro Nacional desenvolvido em parceria com a B3 (B3SA3) para venda de títulos públicos federais para pessoas físicas, de forma 100% online.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Rendimento da poupança hoje, 21/07/2021

Lançado em 2002, o Programa surgiu com o objetivo de democratizar o acesso aos títulos públicos, permitindo aplicações a partir R$ 30,00.

O Tesouro Direto é uma excelente alternativa de investimento pois oferece títulos com diferentes tipos de rentabilidade (prefixada, ligada à variação da inflação ou à variação da taxa de juros básica da economia – Selic), diferentes prazos de vencimento e também diferentes fluxos de remuneração. Com tantas opções, fica fácil achar o título indicado para realizar seus objetivos!

Além de acessível e de apresentar muitas opções de investimento, o Tesouro Direto oferece boa rentabilidade e liquidez diária, mesmo sendo a aplicação de menor risco do mercado.

Você pode se interessar:

Compartilhar:

Siga-nos no Google News

Siga-nos nas Redes Sociais

Ações Mais Procuradas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba notícia atualizadas