CONECTE-SE CONOSCO

MEI

MEI: Caixa inicia programa emergencial de acesso à crédito para microempreendedores individuais

Publicado

em

MEI: Caixa inicia programa emergencial de acesso à crédito para microempreendedores individuais
Foto: Reprodução/Pixabay
google news money invest

A Caixa Econômica iniciou o programa emergencial de acesso à crédito para microempreendedores individuais (MEI), microempresas e empresas de pequeno porte. A garantia será os recebíveis de vendas futuras através das “maquininhas de cartões.

A linha é chamada Peac Maquininhas tem orçamento de R$ 10 bilhões, como parte dos programas do governo em meio à pandemia e para cobrir contratações até 31 de dezembro de 2020.

Os empréstimos serão limitado a R$ 50 mil, com juros fixos de 6% ao ano, o empreendedor terá seis meses de carência e 30 meses de parcelas para o pagamento total da dívida. No período da carência, os juros serão incorporados ao saldo devedor e diluídos no pagamento das demais parcelas.

Como garantia, a empresa realiza obrigatoriamente a cessão fiduciária de 8% de seus direitos creditórios de transações futuras realizadas por meio das vendas com máquinas de pagamento digital (cartões de crédito, débito ou pré-pago), limitado ao valor do contrato de empréstimo, até a extinção das obrigações de pagamento da operação.

Como contratar:

O cliente deve acessar o site http://www.caixa.gov.br/caixacomsuaempresa e preencher o formulário de manifestação de interesse no produto. A empresa avaliada que atender às condições para acesso ao crédito será contatada pela CAIXA para dar continuidade ao atendimento e envio da documentação necessária para a concessão do crédito.

Conforme disposto na Lei 14.042, de 19 de agosto de 2020, a empresa interessada no crédito deve estar livre de outros empréstimos com garantia de recebíveis de transações com cartão, além de atender aos limites e demais critérios operacionais definidos na lei.

Crédito MPE:

A CAIXA já disponibilizou R$ 25 bilhões de suas principais linhas de crédito para as micro, pequenas e médias empresas durante a pandemia do novo Coronavírus nas linhas emergenciais. Ao todo, mais de 200 mil empresas contrataram operações no Pronampe, GiroCAIXA Fampe e GiroCAIXA FGI, com taxas e condições especiais.

LEIA TAMBÉM:  MEI 2020: contribuição ao INSS será de R$ 52,25 em fevereiro

Com Broadcast

Veja também:

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas