CONECTE-SE CONOSCO

Notícias

Especulação sobre uma possível venda da operadora Oi

Publicado

em

OIBR3 e OIBR4, fecharam o dia estáveis.

Especulação sobre uma possível venda da operadora Oi
Vivo, Claro, Tim

Oi foi alvo mais uma vez de fortes especulações a respeito de uma possível venda. Desta vez, com um fatiamento entre a concorrência, VIVO,TIM, e CLARO.

Essa noticia foi publicada pelo jornal espanhol Expansion e também pela imprensa brasileira.

Telefónica negocia parceria com América Móvil e TIM para comprar a Brasileira Oi

A publicação dizia que “A Telefónica estaria negociando um acordo com seus dois principais rivais no mercado brasileiro, América Móvil e TIM, para realizar conjuntamente a compra de ativos da Oi, a quarta operadora de telecomunicações do Brasil”.

Ao incorporar as frequências da rival, a telefonica poderia melhorar a qualidade ou a velocidade dos serviços prestados ou reduzir o investimentos na rede. Afirmou a publicação do Expansion.

Os ativos da empresa na B3, continuam travado.

(OIBR4) fechou o dia à R$ 1,44, alta de (+0,70%)

(OIBR3) fechou o dia estável à R$ 0,97, (0,00%)

A Oi ainda tem chances de realizar grupamento, caso alguma ação fique abaixo de R$ 1,00 por 30 pregões consecutivos.

Alvo de especulação

Grande quantidade de noticias especulatórias sobre uma possível venda da Oi, aumentaram após aprovação da Lei das teles.

Projeto que altera o regime de concessão de telefonia, permitindo que seja feita por autorização à iniciativa privada, e transfere a infraestrutura de telecomunicações da União para as concessionárias que exploram o serviço desde a privatização do setor.

Suspeitas de manipulação

Suspeitas de manipulação nas ações da Oi serão investigadas pela CVM, Um despacho do juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, o órgão regulador do mercado de capitais no Brasil deverá identificar os nomes dos investidores que mais compraram e venderam ações da Oi nos últimos três meses, realizando Day Trade.

LEIA TAMBÉM:  Ex-presidente da Oi vai contar o que sabe em delação premiada

Viana acatou o pedido do Ministério Público estadual no fim de agosto para que a CVM pudesse esclarecer uma “possível movimentação mobiliária atípica da Oi”, de acordo com o magistrado em sua decisão.

VEJA TAMBÉM: Credit suisse ainda acredita em Oi à R$0,70 centavos

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas