CONECTE-SE CONOSCO

Mercado de Ações

BTG eleva preço-alvo da Magazine luiza de R$ 52 para R$ 91

Publicado

em

BTG eleva preço-alvo da Magazine luiza de R$ 52 para R$ 91

Por Investing.com – Em relatório distribuído na sexta-feira (10), o BTG Pactual (BPAC11) atualizou seus números considerando um crescimento ainda mais forte do que o previsto para o e-commerce da Magazine Luiza. Assumindo que a plataforma deve pelo menos triplicar até 2025, o banco manteve recomendação de Compra para as ações elevou o preço-alvo para R$ 91, de R$ 52 anteriormente.

Às 11h41, os papéis da Magalu (MGLU3) operavam a R$ 80,04, alta de 0,8%.

Você pode se interessar: UBS eleva preços-alvo da B2W com alta nas vendas durante pandemia

Uma percepção de ainda mais força para o comércio eletrônico da empresa fez com que o banco atualizasse a perspectiva de performance da empresa “de boa para ótima”. Os principais pontos mencionados pelo BTG para justificar a perspectiva são o fato de o e-commerce da companhia continuar em forte crescimento e de o mercado online brasileiro anda estar passando por uma fase de consolidação, com apenas alguns vendedores. 

O banco vê muito espaço de crescimento para o e-commerce no Brasil, com uma série de categorias de produtos e vendedores que ainda operam majoritariamente offline. 

Segundo Luiz Guanais e Gabriel Savi, analistas que assinam o relatório, MGLU deve corresponder a 38% do crescimento geral do e-commerce no Brasil até 2025. Os drivers estratégicos da empresa, na perspectiva do banco, são três pilares: forte tráfego, com 117 milhões de visitas mensais em maio; um bom mix de produtos e vendedores e foco nos níveis de serviço.

Em relação às previsões para a empresa, o banco espera um crescimento de 45% no segmento online da empresa e 19% nas vendas gerais, além da expansão das margens, com a margem Ebitda prevista em 7,2% no longo prazo.

LEIA TAMBÉM:  Magazine Luiza está aberto a aquisição "de qualquer empresa, não se surpreendam", diz presidente

Veja também:

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas