Connect with us

Notícias

Auxílio emergencial: Caixa vai antecipar o pagamento da segunda parcela; veja quando irá receber

Publicado

em

O Governo Federal vai antecipar o pagamento da segunda parcela do Auxílio Emergencial no valor de R$ 600,00. De acordo com informações da Caixa já foram 18 milhões inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), no aplicativo da Caixa e pelo site, e os beneficiários do Bolsa Família. Ao todo, R$ 12,2 bilhões já foram creditados pelo banco para os brasileiros que se encaixam nas condições para receber o auxílio.

O pagamento da 2ª parcela do benefício, que começaria no dia 27 de abril, será antecipado para o dia 23, próxima quinta-feira, para informais (que se cadastraram pelo app e pelo site e já tiveram o benefício aprovado) e também para inscritos no Cadastro Único que já receberam a 1ª parcela. Os pagamentos seguirão a mesma regra, com datas por mês de nascimento (veja abaixo).

AUXÍLIO EMERGENCIAL – PAGAMENTO DA SEGUNDA PARCELA

  • Quinta-feira (23.04)
    • Nascidos em janeiro e fevereiro
  • Sexta-feira (24.04)
    • Nascidos em março e abril
  • Sábado (25.04)
    • Nascidos em maio e junho
  • Segunda-feira (27.04)
    • Nascidos em julho e agosto
  • Terça-feira (28.04)
    • Nascidos em setembro e outubro
  • Quarta-feira (29.04)
    • Nascidos em novembro e dezembro
Veja também:  Petrobras sobe em 10% o preço da gasolina

Regularização de CPFs

O ministro da Cidadania comemorou o fato de o Superior Tribunal de Justiça (STJ) ter derrubado a liminar que suspendia a exigência de CPF regular para o recebimento do auxílio. “Faço um agradecimento ao STJ, que cassou a liminar, garantindo o CPF como base do cadastramento, análise e fornecimento do auxílio emergencial. Todo o sistema financeiro brasileiro é estruturado em cima dessa informação”, disse Onyx Lorenzoni, que ainda ressaltou o trabalho em conjunto do ministério com a Receita Federal, que permitiu a regularização de 13,6 milhões de documentos.

“Queremos agradecer também à Receita Federal, que permitiu que pudéssemos facilitar e simplificar a regularização dos CPFs. Mais de 13 milhões de CPFs retornaram à base de dados da Dataprev, Caixa e Cidadania”, concluiu.

Fonte: Ministério da Cidadania

Veja também: MEI: Como receber o dinheiro liberado para autônomo, MEIs e desempregado

Compartilhar:

Tendência