Connect with us

Empresas

Urgente: Falência da Oi não está descartada

Publicado

em

Urgente: Falência da Oi não está descartada

A Oi, que tinha uma grande presença territorial no país, enfrenta um dilema comum às empresas que correm o risco de falência. Após sair da primeira recuperação judicial, a empresa tentou reestruturar-se e redefinir sua trajetória.

No entanto, seus esforços foram em vão, pois menos de três meses após o anúncio do encerramento da primeira recuperação judicial, em dezembro de 2022, a empresa surpreendeu o mercado e investidores ao anunciar sua segunda recuperação judicial, frustrando as expectativas de todos.

A Anatel solicitou a intervenção do Tribunal de Contas da União (TCU) em um conflito financeiro envolvendo a Oi. Segundo a Anatel, a operadora Oi possui uma dívida de R$ 12,1 bilhões com a União. Além disso, a empresa está buscando apresentar aos seus credores uma proposta de solução para uma dívida total de R$ 44,3 bilhões.

Veja também:  Vale vende fatia em negócio de níquel na Indonésia por US$290 mi

Falência da Oi não está descartada

Com o aumento das dívidas da operadora e a ausência de perspectivas de retorno aos lucros, rumores nos bastidores indicam que a possibilidade de falência da Oi não está descartada.

O senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) enfatizou a relevância estratégica da empresa no setor de telecomunicações, apesar dos desafios enfrentados desde 2016. Ele destacou a possibilidade de “impactos desastrosos no sistema econômico do país” caso a empresa venha a declarar falência.

Compartilhar:

Tendência