CONECTE-SE CONOSCO

Mercado de Ações

UBS coloca sob revisão a recomendação de compra das ações da Sabesp

Publicado

em

UBS coloca sob revisão a recomendação de compra das ações da Sabesp

Por Gabriel Codas

Investing.com – O UBS divulgou relatório na tarde desta quinta-feira colocando sob revisão a recomendação de compra das ações da Sabesp (SBSP3) e também o preço-alvo atual, de R$ 58,00. A equipe explica que está aguardando uma análise adicional, vendo um potencial significativo de vantagem se a empresa for privatizada, estimando que o estado poderia arrecadar R$ 21 a R$ 35 bilhões.

Por volta das 15h20, os ativos tinham queda de 2,38% a R$ 57,50.

Os analistas destacam que, após a aprovação da lei de saneamento, os investidores ficarão de olho nos movimentos do governo em direção à privatização da Sabesp. Na opinião deles, o processo de venda poderia ser mais rápido e fácil, mas o governador só pode decidir após a sanção do projeto, que deve ocorrer dentro de duas semanas e após o fim da quarentena em São Paulo.

Para o banco, se o governador prosseguir com o processo de privatização, é possível que a empresa tenha que se concentrar apenas nas 20 principais cidades, que representam 75,5% da receita total, e observa que 15 dos prefeitos dessas cidades são do mesmo partido político que o governador de São Paulo.

Apesar da maior possibilidade de privatização e menores riscos após a aprovação da lei, as ações de saneamento tiveram um desempenho inferior. Os analistas acreditam que uma possível razão para o baixo desempenho é o potencial de o presidente vetar o artigo que permite que as empresas sejam privatizadas sem a renúncia do concedente se o contrato permanecer inalterado.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Agenda econômica, apresentação de resultados, confira alguns dos destaques do pregão desta quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Os investidores estão preocupados com o fato de a Sabesp ter que renovar as concessões com todos os concedentes para que ela se torne privada. No entanto, a equipe acredita que é mais simples do que parece. Para eles, a Sabesp poderia renovar apenas as concessões com seus principais outorgantes. O parágrafo 3º do art. 14 do projeto de lei deixa claro que outros concedentes devem ingressar ou não em 180 dias.

Após a aprovação da lei de saneamento, o UBS acredita que os investidores acompanharão os governos de Minas Gerais e São Paulo, dois estados que notaram a possibilidade de privatizar suas empresas estatais de saneamento. Na opinião do banco, a Copasa (CSMG3) privatizada pode valer R$ 87/ação e Sabesp R$ 98/ação.

Veja também:

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas