CONECTE-SE CONOSCO

Crypto

Real Digital deve se conectar a outras moedas digitais

Publicado

em

Real Digital deve se conectar a outras moedas digitais

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, falou sobre a possibilidade de lançar uma Moeda Digital do Banco Central do Brasil (CBDC).

Campos Neto, disse que o Brasil está “dando grandes passos” os brasileiros em breve terão novidades sobre o que será o Real Digital.

“Lançamos um projeto de lei para mudar todas as características da moeda real. O primeiro projeto é de simplificação, a segunda fase é de internacionalização e convertibilidade, e a terceira é que já iniciamos, o projeto de digitalização. Estamos avançando muito no processo de moeda digital e devemos ter novidades em breve ”, disse.

Além disso, Campos Neto defendeu uma cooperação global para o lançamento de CBDCs.

Segundo ele, é preciso haver mais conversas e interação entre os bancos centrais do mundo em torno da criação das moedas digitais.

Real Digital “em breve”

Segundo campos, os CBDCs devem ser constituídos com características comuns.

“É muito importante que as características principais sejam comuns entre os diversos países”, disse ele durante sua participação na 1ª Conferência Ibero-americana de Bancos Centrais.

Sobre o Real Digital, Campos Neto disse que há quatro questões principais que precisam ser respondidas. A primeira é se a moeda digital será remunerada ou não. A segunda pergunta é sobre a questão do CBDC. Ou seja, se será feito pelo Banco Central, ou por outro órgão, ou se será descentralizado.

Outra dúvida é sobre a rastreabilidade da moeda digital e, por fim, sobre a tecnologia que será adotada no projeto.

Como Campos Neto apontou, a pandemia de Covid-19 acelerou as tendências digitais e a sociedade exigiu uma saída da crise inclusiva e sustentável. Nesse sentido, a tecnologia mostrou-se o maior instrumento de democratização do país.

“Reduz custos, barreiras de entrada, aumenta a concorrência, leva serviços a lugares remotos”, detalhou.

Integração entre a mídia social e o mundo financeiro

Por fim, Campos Neto afirmou que a integração entre o sistema financeiro e as redes sociais vai ganhar força nos próximos anos. E lembrou que, recentemente, o Bacen autorizou o WhatsApp a lançar seu sistema de pagamento no Brasil.

“O mundo fala muito sobre a competição entre bancos e fintechs. Tenho a percepção de que é mais do que isso, é a integração das redes sociais e do mundo financeiro. A integração está apenas começando ”, disse ele.

Veja também:

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas