CONECTE-SE CONOSCO

Criptomoedas

Investidor recupera Camaro oferecido em pirâmide financeira

Publicado

em

Investidor recupera Camaro oferecido em pirâmide financeira

Um investidor de são paulo acabou caindo em um golpe conhecido como pirâmide financeira. O investidor teria fechado um contrato de investimento em Bitcoins com a Stm Operações e Investimentos e com a Exchange Stmbit, localizadas em São Paulo.

O investidor afirmou ter oferecido um veículo modelo Camaro preto, avaliado em R$ 120 mil, em troca de um lucro mensal de 31% sobre o valor do carro.

Porém, Saulo Gonçalves sócio da empresa que ofereceu o investimento, usou o automóvel e acabou levando algumas multas que gerou a perda da CNH do investidor.

No processo em que o investidor move contra a empresa de investimentos, afirma ter oferecido um veículo modelo Camaro preto, avaliado em R$ 120 mil, em troca de um lucro mensal de 31% sobre o valor do carro.

Na ação, o investidor requereu a tutela antecipada para busca e apreensão do carro, além da rescisão contratual, do bloqueio de bens, restituição dos valores e danos morais. A justiça atendeu parcialmente aos pedidos do investidor e ordenou a devolução do veículo, a rescisão de contratos e o pagamento dos custos processuais.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Após 9 anos, Baleia mais antiga do BTC movimenta US$ 26 milhões em Bitcoin

Juiz determina rescisão de contrato e devolução do dinheiro

O advogado Cesar Bianco, que defende o investidor, o Camaro foi recuperado em agosto do ano passado, apesar de a sentença sobre o caso ter sido divulgada neste ano.

O juiz afirmou que, após ampla possibilidade de defesa de todos os envolvidos, os argumentos e documentos reunidos no processo foram suficientes para atestar a responsabilidade dos empresários.

De acordo com o magistrado, “restou comprovado (i) o desvio de finalidade, (ii) a confusão patrimonial, (iii) a formação sociedade oculta, (iv) a perpetuação de fraude; (v) a ocultação patrimonial; e o (vi) o encerramento irregular das atividades da empresa executada com consequente desaparecimento de seus representantes legais (…)”.

Defiro a BUSCA E APREENSÃO DO VEICULO (…) com auxilio de força policial, podendo inclusive utilizar-se de OFICIAL DE JUSTIÇA DE PLANTÃO para cumprimento IMEDIATO; bem como o bloqueio de transferência e circulação do veículo, expeçam-se os ofícios e procedam-se os bloqueios via RenaJud. B) Defiro o requerimento de bloqueios dos ativos através dos sistemas BacenJud e RenaJud (…) nas contas de titularidade da empresa requerida, bem como nas contas de titularidade dos sócios”, diz trecho da decisão.

Cerca de 7 mil pessoas lesadas na pirâmide

A pirâmide, teria lesado cerca de 7 mil pessoas com suas atividades que prometiam retornos financeiros de até 31% ao mês, por meio de aplicações, trader e arbitragem de Bitcoin e criptomoedas.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Bitcoin salta após PayPal permitir uso de criptomoedas em rede de pagamentos

Após supostamente enganar os investidores da STM, o dono e principal operador do esquema, Saulo Roque, teria sumido sem honrar os compromissos estabelecidos, o que motivou a abertura de diversos processos e ações judiciais.

Veja também: Pirâmides financeiras com Bitcoin no Brasil é o Golpe da vez


Compartilhar:
Continue Lendo

Siga-nos no Google News

Siga-nos nas Redes Sociais

Ações Mais Procuradas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba notícia atualizadas