Connect with us

Criptos

Como Converter Bitcoin em Dinheiro: Guia Passo a Passo

Publicado

em

Como Converter Bitcoin em Dinheiro: Guia Passo a Passo
Imagem: Fabrikasimf / Freepik

Siga Money Invest no  Google News Money Invest

Nos dias de hoje, adquirir Bitcoin (BTC) e outras criptomoedas é relativamente simples. O que as pessoas muitas vezes não sabem é como converter essas moedas em reais, por exemplo, e como esse processo funciona. Portanto, vamos ver em mais detalhes como se dá a conversão de criptomoedas na prática e os custos envolvidos nesse processo.

Para ter uma ideia inicial, você pode simular valores em um conversor de moedas, que lhe dará uma ideia aproximada do resultado da conversão que você pretende realizar. Mas fique atento, pois normalmente esses conversores desconsideram as taxas das corretoras, que vão efetivamente realizar a conversão da sua criptomoeda em reais, por exemplo. A seguir, vamos ver como isso ocorre na prática e todos os passos para fazer sua conversão sem qualquer problema.

Como converter Bitcoin em Dinheiro na prática
Existem algumas variáveis que devem ser consideradas em relação ao resultado de uma conversão de Bitcoin ou outras criptomoedas em Reais, por exemplo. Os prazos e taxas vão depender da corretora que está sendo utilizada e da velocidade da transação.

No sistema de Blockchain, as operações ocorrem em uma única cadeia, e a velocidade de processamento depende também da ação de mineradores. Ou seja, as transações com maiores taxas de operação serão processadas de forma prioritária, em menor tempo. Além de solicitar a conversão através da sua carteira de criptomoedas, você pode ainda usar outras opções como o “Bitcoin ATM”, transações peer-to-peer (P2P) e operações de câmbio por empresas que aceitem Bitcoin como forma de pagamento.

O “Bitcoin ATM” imita o formato do caixa eletrônico como conhecemos; nesse caso, o Bitcoin ATM saca criptomoedas diretamente da carteira do usuário. É isso mesmo, apesar do nome, esse “caixa eletrônico” também permite saques de outras criptomoedas além do Bitcoin. O caixa eletrônico funciona de forma bem parecida com o convencional: o usuário solicita o saque, suas criptomoedas são debitadas, e a máquina processa o saque em espécie na moeda desejada.

Como vimos acima, um outro método de como converter Bitcoin em dinheiro é através de negociações entre pessoas (Peer-to-Peer ou P2P). Esse é um processo mais específico e não tão seguro. Alguns detentores de criptomoedas fazem transações através de plataformas como PayPal, Mercado Livre, etc. É um processo simples, mas não possui qualquer segurança em relação a golpes, ataques hacker, etc. O usuário faz as transações por sua conta e risco. Recomendamos que essas transações sejam evitadas ao máximo.

Riscos e vantagens de se converter Bitcoin em Reais
Recapitulando, todos se interessam inicialmente em comprar Bitcoin por conta do seu histórico de valorização. Porém, como uma grande parte do comércio de bens e serviços ainda não aceita essa moeda como meio de pagamento, precisamos fazer uma conversão para uma moeda padrão, para poder utilizar os fundos na chamada “economia real”.

Como riscos ou desvantagens, podemos dizer que no momento que você zera ou reduz sua posição de Bitcoin, de cara você está também reduzindo sua exposição aos potenciais ganhos com uma futura valorização do Bitcoin. Um segundo risco/desvantagem seria correr riscos por falta de informação ao contratar uma corretora golpista ou tentar fazer uma transação direta P2P com pessoas não confiáveis. No extremo, estes riscos podem levar uma pessoa a perder literalmente seus Bitcoins de forma integral, portanto seja cauteloso.

Em relação às vantagens, podemos falar que hoje temos vários serviços à disposição, o que os força a oferecer cada vez um melhor serviço e taxas menores para atrair os clientes. Além disso, no rumo contrário ao que dissemos acima, ao reduzir sua posição em Bitcoins, você também tira seu dinheiro do “risco” por assim dizer, pois da mesma forma que uma cripto se valoriza, também pode perder valor de forma rápida. Outro ponto favorável é que, em comparação com os valores convertidos, em geral, as taxas são sempre relativamente baixas e não constituem um fator impeditivo para as conversões de Cripto, em Reais. Uma outra vantagem é que tudo funciona de forma muito rápida e segura, desde que você esteja utilizando uma corretora correta e séria; as transações podem ser tão rápidas quanto um Pix, dependendo das condições gerais.

Vale lembrar ainda que as criptos estão cada vez sendo mais aceitas no comércio de modo geral, ou seja, está cada vez mais próximo o dia em que usaremos livremente criptomoedas em paralelo com a moeda fiduciária do nosso país (Reais).

Como vimos, alguns tipos de transações são inseguras e não recomendáveis, então podemos nos ater aos 2 meios principais: Peer-to-Peer e conversões feitas por corretoras de criptos (Exchanges). Vamos entrar um pouco mais nos detalhes técnicos. O que você armazena em sua carteira é a sua chave codificada (como uma senha) que lhe dá acesso para transferir seu saldo de Bitcoin para o blockchain. Na prática, o Bitcoin está sempre no blockchain, que é o ambiente onde as transações são registradas.

Peer-to-Peer

Esse é um método muito simples de entender, pois funciona como comprar ou vender qualquer produto para outra pessoa. É feito um acordo, e a venda acontece nas condições acordadas por ambas as partes. Este método permite que você simplesmente troque sua propriedade de Bitcoin pela propriedade de papel-moeda ou depósitos bancários. Como não há intermediários, é fundamental a confiança entre as duas partes. Se possível, escolha ser o segundo a transacionar; ou seja, você pode transferir seu saldo de Bitcoin preferivelmente após receber o depósito correspondente.

Corretoras

A outra forma recomendada de como converter Bitcoin em dinheiro é usando uma corretora que nada mais é do que uma corretora de criptomoedas. Basta acessar a corretora pelo site ou app, se cadastrar e seguir as etapas de segurança e verificação da conta! Você poderá comprar e vender criptomoedas como desejar. Você deve ter bastante atenção neste procedimento. Isso porque uma corretora está mais próxima de

ser uma corretora de fato do que uma corretora de bolsa. Mas o que isso significa? Na prática, as corretoras enviam ordens de compra e venda de acordo com suas demandas, ou seja, todos trabalham usando uma carteira de pedidos independente da criptomoeda escolhida (ainda que o Bitcoin seja transacionado em todas as corretoras). Até mesmo a arbitragem de preços entre bolsas é possível.

Veja também:  Picpay oferecerá serviços de criptomoeda no Brasil

À medida que o mercado de ativos de criptomoeda se desenvolve e se desenvolve, vários participantes do mercado relacionados já começaram a integrar cotações e livros de oferta. Supondo transações bem-sucedidas, o mercado de ativos de criptomoedas funciona exatamente como um mercado de ativos tradicional. Com uma carteira de ofertas central (a bolsa), e as corretoras de valores que enviam ordens de compra e venda para essa carteira centralizadora de ofertas.

Pode parecer um detalhe, mas outro ponto que deve ser verificado para como converter Bitcoin em dinheiro, é se a corretora de fato negocia moeda fiduciária (o dinheiro do seu país, a moeda oficial, seja qual for) que utilizamos em nossa economia, ou dinheiro real se preferir, no caso do Brasil, Reais. Estamos reforçando este ponto, pois algumas corretoras negociam somente ativos de criptos, mas não oferecem serviços de conversão em moeda fiduciária. Se a sua corretora faz a conversão da criptomoeda que você deseja “trocar” por uma moeda fiduciária, há alguns fatores-chave a serem considerados antes de contratar a corretora.

Esses pontos são prazo de pagamento, taxas envolvidas, avaliação de outros usuários, tempo de mercado da corretora, entre outros. Em relação, por exemplo, à incidência de impostos, quando você efetua o trade e vende Bitcoin em troca de Reais em sua conta bancária, seus fundos ingressam no sistema financeiro normal, portanto esses fundos passam a ser rastreáveis, auditáveis, pelas autoridades competentes.

Se você busca um parceiro confiável para realizar a conversão de seus Bitcoins com segurança e uma reputação 100% positiva, recomendamos que você conheça a Plasbit. Esse foi o resultado da nossa pesquisa entre usuários de cripto e pessoas influentes de modo geral no mercado cripto, quando pesquisamos sobre uma empresa sólida e confiável para a conversão de Bitcoins em Reais ou outras moedas.

A Plasbit é um banco criptográfico que fornece serviços financeiros para a comunidade cripto. A empresa é regulada pelo governo polonês e possui uma licença de troca de criptografia. A PlasBit fornece serviços para carteiras criptográficas de detentores de criptomoedas – serviço de custódia de carteira – 100% dos fundos dos usuários são armazenados offline e segurados, e apenas os fundos da empresa estão online.

Cartões de débito: podem ser carregados com criptografia, Visa ou Mastercard. Transferências bancárias – O usuário pode trocar criptografia por moeda fiduciária (dinheiro normal como euros) e enviar para si mesmo uma transferência bancária em euros ou dólares americanos.

Existem taxas a pagar para como converter Bitcoin em dinheiro?

Sim, as taxas podem variar bastante dependendo de algumas variáveis principais: a corretora que você irá utilizar, a quantidade de Bitcoins a ser convertida e o volume negociado no mercado. Ocorre que enquanto algumas corretoras cobram um “fee” único por transação, por exemplo, 5 reais por conversão, outras corretoras têm diferentes taxas dependendo da quantidade de Bitcoin a ser convertida.

Segundo nossa pesquisa, um usuário poderia pagar desde 50 centavos de real para converter 0.5 BTC até 1.000 Reais de taxa para converter 1.000 BTC. Como vimos acima, as taxas também não devem ser um fator visto isoladamente, escolha bem sua corretora com base nas avaliações online, tempo de mercado e em conjunto, as taxas e prazos de processamento oferecidos. Assim você poderá tomar a melhor decisão de maneira consciente dos riscos.

Imposto de Renda:

Estamos praticamente na época do imposto de renda e é um questionamento muito comum relacionado à conversão de criptomoedas em geral: paga-se imposto? Como é calculado? Retiramos as explicações abaixo do site da Receita Federal do Brasil com orientações sobre transações com criptomoedas e ativos digitais: “Devem declarar os investimentos em ativos digitais todos aqueles que tinham valor de aquisição igual ou superior a R$ 5 mil.

A declaração é opcional para os contribuintes que possuíam valores menores.” E ainda: “No caso da obtenção de lucro a partir da venda de criptoativos, há regras diferentes. Devem declarar aqueles que venderam ativos em valor superior a R$ 35 mil em um mês.

Nesse caso, o contribuinte já deverá ter pago o imposto até o fim do mês subsequente à venda. Assim, na declaração de imposto de renda, apenas deverá informar o lucro obtido na ficha “Ganhos de Capital”. “Vendas com valor inferior a R$ 35 mil em um mês também precisam ser declaradas, neste caso na ficha “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”.”

Conclusão:

Como visto neste artigo, você pode sim como converter Bitcoin em dinheiro facilmente. A dificuldade começa no momento de escolher o melhor método para essa transação, na escolha de uma empresa sólida e confiável. Hoje em dia, os usuários de cripto são bombardeados com muitas opções diferentes que são criadas todos os dias.

Fica difícil separar o “joio do trigo” quando se tem corretoras renomadas, grandes players de mercado, aplicativos e até websites dedicados exclusivamente ao processamento deste tipo de transação. O objetivo deste artigo foi informar nossos leitores das principais opções e pegadinhas no que se refere ao processo de conversão de Bitcoin e criptomoedas em geral, para uma moeda fiduciária como o Real.

Esperamos que após essa leitura vocês se sintam mais preparados para selecionar uma corretora ou serviço similar, de qualidade, com as melhores taxas e condições de serviço possíveis, entre as melhores opções

oferecidas no mercado, e principalmente, que vocês se sintam aptos a realizar suas operações de conversão de criptomoedas com confiança e clareza, afinal de contas, investir é um ótimo hábito, mas em algum momento seus rendimentos devem ser usufruídos, ainda que parcialmente, caso contrário o investimento não terá sido bem-sucedido.

Como indicação, demos aqui o exemplo da Plasbit, uma corretora de criptos polonesa, fiscalizada pelo governo local e que tem anos de experiência e ótimas avaliações online.

Compartilhar:

Tendência