Connect with us

Criptomoedas

China declara ilegais transações com criptomoedas no país

Publicado

em

China continua tentando minar o sucesso das criptomoedas.

China declara ilegais transações com criptomoedas no país

O Banco Popular da China (PBoC) publicou documento lembrando que as criptomoedas estão proibidasno país. Como resultado, o Bitcoin caiu $ 3.000 em uma hora.

A postura negativa da China em relação às criptomoedas é amplamente conhecida há anos, e o país costuma lembrar com frequência os investidores de criptomoedas sobre isso.

A recente declaração também acrescentou que organizações financeiras, empresas de pagamento e plataformas de internet estão proibidas de facilitar o comércio de criptografia.

O Banco central da china afirma que Stablecoins impõem riscos ao sistema monetário internacional e prometeu aprimorar o monitoramento de todas as operações relacionadas à indústria de ativos digitais.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Binance estampará sua marca no uniforme do Santos FC

Além disso, o banco central da China tem dobrado repressão contra a mineração.

O PBoC acredita que tais medidas visam proteger os investidores da natureza altamente corrupta das criptomoedas, que, segundo o banco, levam a atividades criminosas.

O analista financeiro e chefe global de estratégia de ações da Jefferies, Christopher Wood argumentou que a superpotência asiática impôs a repressão ao bitcoin e outras criptomoedas recentemente apenas para abrir caminho a sua própria moeda o yuan digital.

Mercado de criptomoedas em queda

As altcoins caem forte. ETH caiu para menos de US$ 2.900. A capitalização de mercado das criptomoedas caiu cerca de US$ 150 bilhões em mais ou menos uma hora.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Se tivesse investido $ 1.000 em Litecoin 10 anos atrás, quanto você teria hoje?

Compartilhar:

Siga-nos no Google News

Siga-nos nas Redes Sociais

Ações Mais Procuradas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba notícia atualizadas