CONECTE-SE CONOSCO

Criptomoedas

Binance ajuda na captura de cibercriminosos que lavavam dinheiro em sua plataforma

Publicado

em

Binance ajuda na captura de cibercriminosos que lavavam dinheiro em sua plataforma

A Binance, uma das maiores exchange do mundo, colaborou para captura de várias pessoas pertencentes a uma rede de cibercriminosos chamada FANCYCAT.

O grupo é acusado de gerar danos de mais de US$ 500 milhões por meio de ataques de ransomware (uma operação que se baseia no roubo de informações e, em seguida, no pedido de resgate) conhecidos como Cl0p e Petya.

Em comunicado, a Binance explicou que após uma investigação, eles concluíram que os cibercriminosos usavam contas de terceiros dentro da plataforma, depois de fazer várias transações fraudulentas.

A lavagem de lucros ilegais era realizada “por meio de serviços aninhados e contas de câmbio parasitas que vivem em macros VASP (provedores de serviços de ativos virtuais), incluídos em exchanges como a Binance”.

De acordo com Binance, tudo começou quando eles detectaram atividades suspeitas. E resolveram analisar profundamente as atividades na rede e compreender melhor o modus operandi do grupo criminoso.

Em nossa análise, descobrimos que esse grupo específico não estava apenas associado à lavagem de fundos de ataque de ransonware Cl0p, mas também a Petya e outros fundos de origem ilegal. Isso levou à identificação e eventual prisão do FANCYCAT”, afirmou a empresa em seu blog.

No caso do Petya, é um software malicioso que está em operação há vários anos. Em 2017, empresas como Beiersdorf AG e Reckitt Benckiser foram vítimas desse ransonware, gerando perdas de mais de $41 milhões e $117 milhões, respectivamente.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Binance suspende negociação de ações tokenizadas

Presos na Ucrânia e Coreia do Sul

A Binance afirma que atuou em coordenação com órgãos de investigação da Ucrânia, Coréia do Sul, Estados Unidos, Espanha e Suíça.

Na verdade, a Ucrânia foi o país onde seis pessoas do FANCYCAT foram presas, após uma operação policial. Lá, as forças de segurança atuaram em colaboração com agentes sul-coreanos.

Agentes de segurança sul-coreanos também participaram da operação policial na Ucrânia. Fonte: cyberpolice.gov.ua.

Membros da rede cibercriminosa tiveram suas casas, equipamentos de informática e carros confiscados, de acordo com um relatório policial.

Binance e os EUA contra a lavagem de dinheiro

A Binance já foi alvo de ataques de cibercriminosos em outras ocasiões. Em maio a Binance informou que estava colaborando com autoridades dos Estados Unidos em eventuais investigações de combate à lavagem de dinheiro e supostos crimes fiscais.

No início deste ano, relatório da Advanced Intelligence e Hyas, indicavam que a Binance é uma das Exchanges escolhidas para a lavagem de fundos em bitcoin do ransomware Ryuk.

Nesse caso, os criminosos que operam Ryuk enviam a maior parte de seus bitcoins para as bolsas por meio de um intermediário para removê-los.

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas