CONECTE-SE CONOSCO

Crypto

FBI recupera US$ 2,3 milhões em bitcoin hackeados

Publicado

em

FBI recupera US$ 2,3 milhões em bitcoin hackeados

Agentes do FBI junto com uma força-tarefa do governo dos Estados Unidos conseguiram recuperar mais de US$ 2 milhões em Bitcoin pagos pela Colonial Pipeline ao DarkSide Hacking Group que coreografou um ataque de ransomware devastador que paralisou o oleoduto da Costa Leste, anunciou o Departamento de Justiça em 7 de junho.

A Colonial Pipeline pagou assombrosos US$ 4,4 milhões em bitcoin ao grupo de hackers com sede na Rússia para recuperar o controle de seus sistemas, que haviam parado de operar por quase uma semana no mês passado. Na época, a empresa foi forçada a interromper o transporte de combustível em toda a costa leste dos Estados Unidos causando, posteriormente, a escassez de petróleo em vários estados dos Estados Unidos.

Falando durante uma coletiva de imprensa na última segunda-feira, a procuradora-geral adjunta Lisa Monaco indicou que Colonial Pipeline contatou a polícia, permitindo que a força-tarefa dos EUA recuperasse o bitcoin. Esta força-tarefa de ransomware foi criada pelo DoJ. 

“Hoje viramos a mesa no DarkSide. O Departamento de Justiça encontrou e recuperou a maior parte do resgate pago ”, disse Monaco.

Mônaco postulou ainda:

“O uso sofisticado de tecnologia para manter empresas e até cidades inteiras como reféns do lucro é decididamente um desafio do século 21, mas o velho ditado ‘siga o dinheiro’ ainda se aplica. E é exatamente isso que fazemos. ”

Documentos apresentados ao Distrito dos EUA para o Distrito Norte da Califórnia indicam que o governo apreendeu 63,7 BTC (US $ 2,3 milhões) dos 75 BTC pagos aos hackers. 

O bitcoin recuperado foi transferido para um endereço cuja chave privada está em posse do FBI. 

No momento, os criminosos do ransomware Darkside ainda têm cerca de US $ 2 milhões em criptografia. 

LEIA TAMBÉM:  As 30 principais criptomoedas ganharam 300% na média em 2020

Durante a mesma coletiva de imprensa, o adjunto do FBI Paul Abbate observou que os investigadores federais apreenderam o BTC de uma carteira usada para pagar o resgate, evitando assim que os hackers desonestos do DarkSide o usassem.

Ataques de ransomware têm perturbado empresas e governos em todo o mundo nos últimos meses. Um denominador comum nesses tipos de ataques é que os criminosos exigem ser pagos em bitcoin ou monero, principalmente por causa de sua privacidade.

A notícia chega no momento em que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, se prepara para embarcar em sua primeira viagem ao exterior, onde deve manter conversas com os líderes do G7 e o presidente russo, Vladimir Putin, sobre como prevenir e deter ataques de ransomware.

Com informações zycrypto

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas