Connect with us

Dinheiro

Após Lula prometer “abrasileirar” os preços dos combustíveis, eles vão subir!

Publicado

em

Após Lula prometer "abrasileirar" os preços dos combustíveis, eles vão subir!
Foto de Engin Akyurt
Google news

Lula foi eleito com a promessa de reduzir o preço dos combustíveis no país. Durante a campanha, ele afirmou: “Eu dizia que, para reduzir o preço da gasolina, do petróleo, do óleo e do gás, a gente não precisava mexer com o ICMS, poderia mexer com outras coisas. Bastava que a mesma mão que assinou o aumento assinasse a diminuição do aumento.”

Lula sempre se posicionou contra a política de paridade de preços internacionais. No entanto, essa política continua em vigor, e tudo indica que a promessa de redução dos preços dos combustíveis não será cumprida. A “MP do fim do mundo” vai, na verdade, aumentar os preços.

A Medida Provisória nº 1.227/2024 estabelece restrições para compensações tributárias. De acordo com o Instituto Brasileiro do Petróleo e Gás (IBP), que representa as distribuidoras, haverá um aumento de 4% a 7% no preço da gasolina, o que significa um acréscimo de R$ 0,20 a R$ 0,36 por litro. Para o diesel, o aumento será de 1% a 4%, ou seja, cerca de R$ 0,10 a R$ 0,23 por litro.

Veja também:  Peso argentino valoriza 25% em relação ao dólar

O IBP estima que o impacto da medida provisória será de R$ 10 bilhões para as empresas de distribuição de combustíveis, o que certamente será repassado ao consumidor final. Em vez da prometida redução, o que se vislumbra é um aumento significativo nos preços dos combustíveis, afetando o bolso de todos.

Compartilhar:

Tendência