CONECTE-SE CONOSCO

Empresas

Algar Telecom tem alta de 11% na receita líquida em 2020

Publicado

em

Ebitda superou a marca de R$ 1 bilhão e número de clientes B2B subiu 25% resultados que mostram resiliência da companhia mesmo em um ano com impactos da pandemia

A Algar Telecom, empresa de telecomunicações e TI do Grupo Algar, divulgou na última quarta-feira (3) os resultados financeiros do quarto trimestre e o consolidado de 2020.  No acumulado do ano, a receita líquida foi R$ 2.351 milhões um crescimento de 11%, fruto de maiores receitas em ambos os segmentos de atuação da companhia, B2B (+13%) e B2C (+8%).

Os investimentos somaram R$ 462 milhões, direcionados principalmente para a instalação e ativação de clientes nas redes recém-construídas.

Em 2020, excluindo efeitos pontuais, o lucro passou de R$ 194 milhões em 2019 para R$ 210 milhões, um crescimento de 9%. Pela primeira vez, o EBITDA consolidado superou R$ 1 bilhão (R$ 1.030 milhões), evolução de 6%, e a margem EBITDA alcançou 44%.

Contribuíram para esse resultado a expansão das operações dos clientes B2B e os esforços de digitalização dos processos, com impactos positivos na experiência dos clientes e na eficiência do negócio.

O B2B, que fechou o ano representando 61% das receitas totais da Algar Telecom, segue como uma das prioridades estratégicas e principal vetor de crescimento da organização. O segmento teve um acréscimo de 13% na receita líquida em 2020, totalizando R$ 1.423 milhões, com aumento de 43% nas receitas de TIC. Receitas de dados subiram 7%, enquanto receitas de voz tiveram queda de 3%, movimento que tem acontecido em toda a indústria.

Você pode gostar:

O número total de clientes B2B, por sua vez, subiu 25%, puxado principalmente pela aceleração do MPE, fruto da intensificação do esforço comercial junto a esse mercado.

No ano, a empresa também mostrou avanços no varejo, com uma receita líquida de R$ 929 milhões, alta de 8% propiciada sobretudo pelo aumento do número de conexões banda larga sobre fibra durante todo o período. As receitas de banda larga totalizaram R$ 454 milhões (+16%) e alcançaram 49% das receitas do B2C, demonstrando resiliência em um cenário em que os serviços de conectividade se mostraram ainda mais importantes. O número de clientes banda larga sobre fibra cresceu 33%, alcançando 75% das conexões do varejo.

Os investimentos realizados na expansão da rede de fibra óptica nos últimos anos resultaram em 755 mil domicílios passados no final do 4T20 e 415 mil domicílios conectados, aumento de 32% em relação ao 4T19. Nas maiores cidades em que a Algar Telecom atua no B2C, o total de domicílios passados – homes passed já supera 90%.

Esses indicadores comprovam a resiliência da Algar Telecom em um momento da economia brasileira dentro do contexto da Covid-19. Para enfrentar o período, em abril a companhia realizou a captação de R$ 150 milhões, com o objetivo de reforçar o capital de giro. Além disso, investiu em eficiência operacional para permitir a execução do plano de negócios de forma mais preparada para eventuais adversidades futuras.

Veja também:

Para sustentar o seu compromisso de cuidar das pessoas (associados, clientes, parceiros e comunidade) e, ao mesmo tempo, garantir a continuidade dos serviços de telecomunicações, a companhia criou um plano de contingência antes mesmo que o coronavírus começasse a se disseminar pelo país.

Desde a terceira semana de março do ano passado, 100% do atendimento a clientes e das atividades de staff da Algar Telecom estão funcionando por meio de trabalho remoto. Para os técnicos de campo, que tiveram suas atividades mantidas in loco, e para as equipes de lojas, foram implementadas medidas de prevenção, protocolos, uso de EPIs, treinamentos, programas de testagens, bem como atualização das instalações físicas e novos processos para controle de quantidades de tráfego ou ocupação no ambiente de atendimento presencial das lojas.

“A empresa vem mantendo geração de caixa robusta e consistente, mesmo em um cenário econômico adverso. Em 2021, além da ativação de novos clientes, retomaremos a expansão das redes para novas regiões geográficas e áreas adjacentes.

Continuamos confiantes quanto ao futuro dos negócios e bem posicionados para conquistar novos mercados e aproveitar eventuais oportunidades estratégicas que se apresentem neste ano. Como já é parte do nosso DNA, também seguiremos colocando como prioridade os programas de inovação, o relacionamento próximo e a adoção das melhores práticas de ESG”, comenta Tulio Abi-Saber, vice-presidente de Finanças, Relações com Investidores e Jurídico da Algar Telecom.

Veja agora:

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas