CONECTE-SE CONOSCO

Empresas

Via Varejo avalia venda do Extra.com para GPA

Publicado

em

Via Varejo avalia venda do Extra.com para GPA

SÃO PAULO (Reuters) – A família estão considerando a venda da operação do Extra.com de volta para o GPA.

Além de operar mais de 1.000 lojas das bandeiras Casas Bahia e Pontofrio e de suas operações de comércio eletrônico, a Via Varejo também controla o Extra.com, bandeira que no segmento de hipermercados é operada pelo GPA.

“Estamos ainda avaliando para começarmos as negociações com o GPA ou outros grupos”, disse Klein a jornalistas nesta quarta-feira, acrescentando que a varejista atualmente lida de maneira independente com toda a logística, precificação e outras estratégias comerciais das vendas online do Extra.

O GPA não comentou o assunto. A companhia vendeu sua participação total na Via Varejo em junho para Klein e investidores financeiros, formados principalmente por fundos assessorados pela XP Investimentos. O negócio ocorreu mais de dois anos depois do grupo anunciar intenção de sair do negócio para se concentrar apenas em varejo alimentar.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Via Varejo Conclui Alongamento de Dívidas de R$ 4 Bilhões

Desde então, as ações da Via Varejo acumularam valorização de 50 por cento. Nesta quarta-feira, os papéis mostravam valorização de 2 por cento, enquanto o Ibovespa tinha ganho de 0,44 por cento.

Klein afirmou que a estratégia da Via Varejo é de retomada do crediário pela Casas Bahia antes da bandeira ser incorporada pelo GPA anos atrás.

“Isto não era uma prioridade quando o GPA era o acionista controlador”, disse Klein, acrescentando que a Via Varejo reduziu suas operações de financiamento e passou a depender mais das administradoras de cartão de crédito para financiar seus clientes.

Estamos planejando reativar nossas próprias operações de crediário usando a infraestrutura digital do BanQi”, disse Klein, referindo-se ao banco digital que a Via Varejo lançou em junho por meio de uma parceria com a startup norte-americana Airfox.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Magazine Luiza na Bolsa: ações disparam após salto de quase 50% nas receitas no 2º tri

Klein afirmou que os principais executivos da Via Varejo estão na China nesta semana, reunindo-se com Tencent Holdings e outras grupos sobre potenciais soluções de pagamento que poderiam ser trazidas ao Brasil.

Depois de revisar a rentabilidade de suas lojas para potenciais fechamentos dos pontos deficitários, a Via Varejo poderá considerar aquisições, mas apenas em regiões onde não tem uma grande presença, como no Norte do país.

Fonte: Reuters

Compartilhar:

Siga-nos no Google News

Siga-nos nas Redes Sociais

Ações Mais Procuradas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba notícia atualizadas