Connect with us

ações

Oi: Papéis da empresa sofre com forte especulação

Publicado há

em

A Oi tem sido alvo de forte especulação nas últimas semanas com a série de informações sobre venda de ativos para reduzir a dívida de cerca de R$ 65 bilhões, apresentada em seu processo de recuperação judicial.

A Reuters informou que cinco fontes confirmaram que a negocia com a espanhola Telefónica e a Telecom Italia para vender seu negócio de telefonia móvel. As estrangeiras controlam, respectivamente, a Vivo e a Tim (TIMP3) no Brasil.

Representantes da Oi, da AT&T e das subsidiárias brasileiras da Telefónica e da Telecom Italia recusaram-se a comentar o assunto. Na Itália, uma porta-voz negou que “qualquer negociação esteja em andamento com a Oi”.

O Ministério Público apontou quatro indícios de que o mercado de ações pode ter sido manipulado.

O primeiro: o Conselho propôs um aumento para seus membros de 113,8% e a entrega do correspondente em ações;

O segundo: o Conselho tentou obter autonomia para a venda de qualquer ativo da holding;

O terceiro: a divulgação de fatos na imprensa que carecem de aprovação judicial;

E o quarto: o “inexplicável” aumento no volume financeiro de negociações envolvendo as ações da Oi após 15 de agosto, data de publicação do balanço do segundo trimestre.

O volume de negócios após essa data bateu recordes históricos da companhia superior inclusive ao volume do período anterior ao pedido de recuperação judicial, em 2016, quando a empresa ainda era listada no Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira.

Por: Investing

Tendência