Connect with us

Empresas

Oi cobra filho de Lula por empréstimo de R$ 7 milhões

Publicado

em

Oi cobra filho de Lula por empréstimo de R$ 7 milhões

Oi, que está em recuperação judicial desde 2016, reivindica da Gamecorp de Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, o ressarcimento de R$ 6,8 milhões referente aos empréstimos feitos entre 2006 e 2007 e nunca ressarcidos.

Por meio de notificação extrajudicial, a Oi, informou em duas ocasiões, entre 2018 e 2019, que o pagamento deveria ser feito, sob pena de a empresa “tomar as providências judiciais cabíveis“. O ofício é de setembro do ano passado. As informações são do Grupo Folha.

A Folha questionou a defesa de Fábio Luís, que não comentou especificamente a questão dos empréstimos. Disse, por meio de nota, que a vida de seu cliente e atividades de suas empresas foram “devassadas por anos a fio e nenhuma irregularidade foi encontrada”

Lulinha Ronaldinho dos negócios

Alguns anos trás, Lula tentou justificar o tremendo sucesso profissional do filho lulinha atribuindo-lhe, uma característica que o colocava no mesmo patamar de craques do futebol. Para o pai Lula, o filho Lulinha era um “Ronaldinho dos negócios”.

Escândalos de Corrupção

Desde que entrou no plano de recuperação judicial. A quarta maior operadora de telefonia do Brasil, apareceu envolvida em escândalos de corrupção. A Operação da lava jato batizada de Mapa da Mina, teve como objetivo aprofundar as investigações sobre o pagamento de despesas da família Lula com recursos das empresas de telefonia Oi e da Vivo (VIVT4).

Oi vendeu a sua participação

Recentemente a empresa vendeu a sua participação de 25% na angolana Unitel para a petrolífera estatal Sonangol, de Angola. Isso ajudou a empresa melhorar o caixa financeiro. Informações indicam que a Oi também avalia a venda de suas torres de telefonia.

Claro estaria interessada na rede móvel da Oi

O presidente da Claro Brasil, Daniel Hajj, chegou afirmar que a claro estaria disposta a analisar os ativos da operadora Oi. Porém, O principal interesse da claro seria o setor de rede móvel.

Uma possível aquisição da claro nos ativos da Oi, seria uma ameaça real a atual líder Vivo, que até o 4T19 tinha 32,90% de mercado.Já a Claro no 4T tem 24,04% de mercado, a Oi possuí 16,23%.


Veja também: