CONECTE-SE CONOSCO

Carteiras Recomendadas

MyCap carteira recomendada para o mês de fevereiro

Publicado

em

MyCap carteira recomendada para o mês de fevereiro

Para a MyCap, há uma expectativa com ritmo de investimentos na economia chinesa e a possibilidade de redirecionamento dos produtos, que afetariam os preços globais do minério e do aço. A equipe destaca que ao período foi positivo devido a um cenário externo mais positivo aguardando final feliz e possível trégua sobre a guerra comercial e com isso, Ibovespa voltou a trabalhar acima dos 100k e segue com boa chance de vingar novo rali de compra. Rompemos máxima de semanal na faixa dos 101.500 e tem alvo em 104.800 para semana.

Confira as recomendações:

B3SA3: Ativo teve um período de baixa acentuada com anuncio de possível concorrência e se recuperou bem do baque. Isso porque houve o questionamento se a chegada da concorrência PARA A b3 é iminente. Após fundo duplo no diário, papel liberou força de compra e abriu espaço para rompimento de máxima histórica em 50,00. Tem alvos projetados em 50,80 e 53,10.

TRIS3: Papel segue como indicação forte e continuamos projetando alta para o setor. O ano de 2020 sugere posicionamento de longo prazo e este ativo segue bem atrativo. O aumento de novas construções de alto padrão segue no radar junto com corte da taxa de juros. A tendência no diário segue de forte alta com espaço para rompimento de máxima histórica em 17,42. Projeção de alta em 17,60 e 19,80.

VALE3: Papel segue como indicação de compra para o mês com viés de alta em andamento e espaço para novas altas. A demanda por minério no inicio do ano teve queda, mas espera-se um aumento pela demanda da commodity pela indústria siderúrgica para o ano de 2020. No gráfico a queda pós Coronavirus fez com que o papel buscasse um suporte importante no diário que a MM200 períodos e sugere ponto de compra. Alvos em 53,70 e 55,00.

MGLU3: Papel segue com boa expectativa para o resultado sólido para o 4º trimestre com expectativa de crescimento acima do restante do mercado e resultado das vendas pós Blackfriday. Seguimos cobertura de compra no ativo com alvos em 58,50 e 61,20.

HYPE3: A Empresa segue firme o plano de reestruturação estratégico com aquisições importantes para a marca e o cenário passa a ficar favorável para projeção de novas altas. O cenário da retomada de consumo é um fator de agrega valor e para novos alvos. Iniciamos esse mês cobertura de compra para o ativo com alvos em 37,15 e 38,60.

NEOE3: Ativo vem de um bom resultado no 3º trimestre e sugere seguir a linha da gestão eficiente para o próximo resultado. Iniciamos esse mês cobertura de compra para o ativo com alvos me 27,50 e 29,00.

TOTS3: A empresa segue com expectativa de boa valorização após aquisições recentes e isso colabora para crescimento potencial acima da média. A solidez da empresa e a capacidade de produzir produtos mais desenvolvidos que a concorrência segue como diferencial. Projeção de alvos em 75,00 e 79,00.

BBAS3: Papel segue como Top Picks do setor e seguimos de olho na Joint venture com o banco suíço UBS, além da parceria na área de Asset management com ‘’big players’’. Tem suporte robusto no diário na MM200 períodos com suporte duplo em 48,50. Alvos em 51,50 e 53,90.

BEEF3: A empresa segue na carteira mensal e tem espaço para novas altas após o processo de aumento de capital. Ativo cedeu no curto prazo e segue em ponto de compra na MM200 períodos de diário com alvos 13,10 e 15,30.

NTCO3: Papel segue com boa valorização após fusão com a Avon tornando-se uma das principais empresas do setor. Sugere novo ciclo de alta com espaço para buscar os 50,15e 53,50.

Com (Investing)

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas