Connect with us

MEI

MEI: Como saber se os recolhimentos do DAS-MEI estão sendo considerados pelo INSS?

Publicado

em

MEI: Como saber se os recolhimentos do DAS-MEI estão sendo considerados pelo INSS?
Imagem: Money Invest
Google news

O número de Microempreendedores Individuais (MEIs) explodiu, com um aumento de 55,6% entre 2020 e 2023. Mais de 13 milhões de pessoas agora integram essa categoria, buscando autonomia e realização profissional.

Mas o que motiva essa migração para o empreendedorismo? Para muitos, a resposta está na busca por novos horizontes após o desligamento do mercado formal. Segundo o IBGE, mais de 62% dos MEIs já trabalharam sob o regime CLT, mas foram desligados involuntariamente, seja por iniciativa do empregador ou por justa causa.

Diante dessa realidade, o MEI surge como uma alternativa promissora, oferecendo a chance de recomeçar com autonomia e flexibilidade. Mas, além da liberdade de ser seu próprio patrão, os MEIs também contam com uma série de direitos que garantem sua segurança social e previdenciária.

Mas como saber se os recolhimentos do DAS-MEI estão sendo considerados pelo INSS?

Veja também:  MEI: Precisa correr para não pagar multa por não entregar a declaração do IR

É muito fácil verificar se seus pagamentos do DAS-MEI estão sendo considerados pelo INSS e computados para sua aposentadoria. Basta seguir estes passos simples:

1. Acesse o Meu INSS:

  • Acesse o aplicativo Meu INSS.
  • Faça login com seu CPF e senha.

2. Baixe seu Extrato de Contribuição (CNIS):

  • No menu principal, clique em “Extrato de Contribuição (CNIS)”.
  • Escolha a opção “Baixar Extrato”.
  • Salve o arquivo em PDF em seu computador ou celular.

3. Confirme seus pagamentos:

  • Abra o arquivo PDF e localize a seção “Contribuições”.
  • Verifique se todas as suas contribuições como DAS-MEI estão listadas.
  • Confirme se as datas de pagamento, valores e remunerações estão corretas.

Ao verificar seu Extrato de Contribuição, você garante que seus pagamentos como MEI estão sendo considerados para sua futura aposentadoria.

Compartilhar:

Tendência