CONECTE-SE CONOSCO

Empresas

Marfrig avança após resultados do 4T20

Publicado

em

Marfrig avança após resultados do 4T20

Por Ana Carolina Siedschlag

Investing.com – Os papéis da Marfrig (MRFG3) subiam 3,52% nesta terça-feira (9) após a companhia apresentar lucro líquido de R$ 1,171 bilhão no quarto trimestre, alta de 4.252% em relação ao lucro de R$ 27 milhões de um ano antes.

Perto das 10h10, as ações eram negociadas a R$ 16,20, com volume de R$ 20,21 milhões. O papel acumula alta de 10,94% nos últimos trinta dias e de 60% nas últimas 52 semanas.

Os analistas do BTG Pactual elevaram o preço-alvo do papel para R$ 16, com recomendação de Compra, destacando o pico do ciclo de carne bovina nos EUA, com alta nos volumes da empresa registrados no quarto trimestre (avanço de 3% na base anual), mas que deve começar a desacelerar nos próximos meses. 

Eles também apontaram para uma potencial queima de caixa no primeiro trimestre deste ano, com saída de R$ 1,5 bilhão por conta do plano de compensação da National Beef, o braço da companhia nos EUA.

Já para os analistas da XP Investimentos, o EBITDA de R$ 2,1 bilhões ficou 6% abaixo do esperado devido a uma performance ligeiramente pior na América do Norte, ainda que com avanço na comparação anual. Eles se mantêm otimistas com a operação na região, escrevem.

Para a América do Sul, as margens apresentadas foram menores, mas acima do projetado, e a projeção é que as exportações continuem fortes por aqui.

Os analistas também destacaram a redução do custo da dívida e o pioneirismo da Marfrig na frente ESG, sobretudo do lado ambiental.

Assim, reiteram a recomendação de Compra para o papel, apesar de acreditarem que os resultados devam sofrer uma acomodação em relação aos números estelares alcançados ao longo de 2020.

LEIA TAMBÉM:  Cosan vê lucro líquido saltar 28% no 1º tri, para R$827,7 milhões

Já os analistas da Mirae destacaram que os resultados ficaram acima das expectativas, com eficiência operacional na América do Norte e América do Sul, com boa geração de caixa, desalavacagem e pagamento de dividendos apesar dos custos no sul, que ainda continuarem elevados. Para eles, a empresa tem sido eficiente e beneficiada pela variação cambial. 

A corretora manteve a recomendação de Compra com preço-alvo de R$ 18,59.

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas