CONECTE-SE CONOSCO

Notícias

John McAfee comete suicídio após tribunal espanhol aprovar sua extradição para os Estados Unidos

Publicado

em

John McAfee comete suicídio após tribunal espanhol aprovar sua extradição para os Estados Unidos

John McAfee morreu. Segundo relatos, o excêntrico empresário cometeu suicídio em uma cela no centro penitenciário em Barcelona, ​​Espanha. John McAfee cometeu suicídio logo depois que o Tribunal Nacional da Espanha aprovou sua extradição para os Estados Unidos para ser julgado por sonegação de impostos.

McAfee, 75, foi preso em outubro do ano passado em um aeroporto em Barcelona quando estava prestes a embarcar para a Turquia. Ele foi acusado pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos por supostamente ganhar milhões com a promoção de várias moedas digitais, “trabalho de consultoria, palestras e venda dos direitos de sua história de vida para um documentário”

Que foi John McAfee

John trabalhou em uma série de empresas, incluindo NASA e Xerox. Porém, constantemente era despedido e acabava perdendo os empregos pois sempre estava bêbado ou drogado. Uma vez foi demitido de um emprego porque ele apareceu para trabalhar enquanto estava sob os efeitos do DMT, uma droga extremamente potente.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Pandemia coronavírus faz Faturamento do varejo brasileiro cair 14%

Ele fundou a McAfee Corp. em 1987 em Santa Clara, Califórnia, e liderou a empresa enquanto ela dominava o mercado de proteção antivírus para computadores pessoais. Metade de todas as empresas usavam seu software naquela época. McAfee renunciou em 1994. Décadas depois, ele disse ao South China Morning Post que administrar a empresa não era mais divertido, pois ela se tornou uma grande corporação com milhares de funcionários.

A Intel Corp. comprou a empresa em 2010 e mais tarde rebatizou todos os produtos McAfee como Intel Security. Depois que seu nome foi removido, McAfee disse à BBC: “Agora estou eternamente grato à Intel por me libertar dessa terrível associação com o pior software do planeta”.

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas