Connect with us

Mercado de Ações

Ibovespa volta a recuar com peso de bancos e após perda de tração em NY

Publicado

em

(Foto: Gisele Federicce)

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) – O principal índice da bolsa brasileira caía levemente nesta quinta-feira, revertendo ganhos fortes na abertura, impactado por perda de terreno em Wall Street. Resultados de empresas locais limitavam a queda.

Bancos e Natura estavam entre as baixas mais relevantes, enquanto Vale e Petrobras eram as principais pressões positivas, ainda que a mineradora tenha apagado parte dos ganhos após acusação da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) contra a companhia.

Às 11:59 (de Brasília), o Ibovespa caía 0,16%, a 109.169,39 pontos. O volume financeiro era de 8,8 bilhões de reais.

“As bolsas de valores dos EUA perderam tração, ainda mantendo posição no positivo, mas contaminando o Ibovespa”, disse o analista da Mirae Asset Corretora Pedro Galdi.

Uma bateria de dados macroeconômicos no Brasil, de arrecadação a indicador de preços, movimentava a sessão. Destaque para a alta de 1,41% do Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), da FGV, em abril, abaixo da escalada de 1,7% esperada pelo mercado, segundo pesquisa da Reuters, e desaceleração ante avanço de 1,74% em março.

Os números vieram após outro dado-chave de inflação doméstico, o IPCA-15, vir abaixo do esperado na véspera, mas ainda em patamar considerado bem elevado por analistas. O mercado avaliava a influência de preços mais altos na extensão do ciclo de aperto monetário pelo Banco Central para além de uma majoritariamente aguardada elevação em 1 ponto percentual na Selic semana que vem.

VOCÊ PODE GOSTAR:  As ações que vão pagar mais em dividendos do que a Selic

Em Wall Street, os principais índices acionários operavam em alta leve, à medida que ânimo com resultados fortes da Meta, dona do Facebook, contrastava com preocupações sobre dados de contração inesperada da atividade econômica dos EUA no primeiro trimestre.

Destaques

Vale (VALE3) subia 0,8%, após avançar até 4,1% mais cedo com anúncio de recompra de até 500 milhões de ações, cerca de 10% dos papéis em circulação da empresa, e diante de divulgação de resultados. A mineradora teve queda no lucro líquido do primeiro trimestre ante um ano antes, mas ainda assim o desempenho veio pouco acima da expectativa do mercado. As ações da companhia, porém, reduziram baixa e tocaram o território negativo antes de retomarem parcialmente os ganhos, depois que a SEC acusou a Vale de violações de leis de valores mobiliários em caso referente ao desastre de Brumadinho. O preço do minério de ferro subiu na China.

Santander Unit (SANB11) perdia 2%, para a sétima queda consecutiva. Analistas do Itaú BBA rebaixaram a recomendação do papel a “underperform”. Bancos de varejo no geral também cediam na sessão, com Itau PN (ITUB4), Bradesco PN (BBDC4) e BANCO DO BRASIL ON (BBAS3) apontando queda de cerca de 1% cada.

Petrobras PN (PETR4) ganhava 0,9% e ON tinha alta de 0,8%, após estatal anunciar alta de 1,1% na produção total de petróleo e gás no primeiro trimestre em comparação anual. Os preços do petróleo registravam leve acréscimo.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Mercado de Ações: veja a ação que mais subiu e a que mais caiu hoje

Embraer (EMBR3) tinha valorização de 3,4% e liderava as altas do Ibovespa. A fabricante de aeronaves reafirmou projeções para 2022 após prejuízo líquido menor no primeiro trimestre frente a igual etapa do ano passado, uma vez que margens mais elevadas ajudaram a compensar uma queda sazonal nas vendas.

Natura (NTCO3) afundava 6%, a sexta baixa seguida. Perspectiva de resultado abaixo do esperado no primeiro trimestre vêm afetando o papel nas últimas sessões.

Gol PN (GOLL4)  tinha alta de 0,6%, após registrar lucro líquido acima do esperado no primeiro trimestre de 2022, ajudado por ganhos com câmbio e performance operacional. A Gol (GOLL4) se surpreendeu com o retorno de viagens corporativas no final do primeiro trimestre, disse seu presidente-executivo em teleconferência com analistas e jornalistas nesta manhã. A rival Azul PN (AZUL4) mostrava desvalorização de 1,5%.

Dexco SA (DXCO3) tinha ganho de 0,2%, depois da fabricante de painéis de madeira e louças e metais sanitários anunciar queda de 10,8% no lucro líquido recorrente do primeiro trimestre na base anual, com impacto do resultado financeiro. A receita líquida avançou 20,5%.

Multiplan ON (MULT3) valorizava-se 0,9% e Hypera (HYPE3) (HYPE3) retraía 0,1%, antes de divulgarem resultados após o fechamento do mercado.

SLC Agricola SA (SLCE3) perdia 0,2%. A ação foi mantida na terceira prévia do Ibovespa para o período entre maio e agosto.

Informações Reuters

Compartilhar: