CONECTE-SE CONOSCO

Mercado de Ações

Ibovespa cai; apreensão com fiscal e Petrobras ofusca balanço positivo de Itaú e Cielo

Publicado

em

Ibovespa cai; apreensão com fiscal e Petrobras ofusca balanço positivo de Itaú e Cielo

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) – O Ibovespa recuava nesta terça-feira, com preocupações renovadas sobre o cenário fiscal brasileiro e a queda das ações da Petrobras (BRDT3) ofuscando o avanço dos papéis da Vale e a recepção positiva aos resultados de Itau Unibanco (ITUB4) e Cielo (CIEL3).

Às 11:16, o Ibovespa caía 1,29 %, a 120.939,17 pontos. O volume financeiro somava 6,6 bilhões de reais.

“Os riscos fiscais voltaram a subir”, afirmou a equipe de estratégia da XP Investimentos, chamando a atenção para as discussão sobre a PEC dos Precatórios bem como notícias de que o governo quer dobrar o programa Bolsa Família.

O governo federal apresentará nos próximos dias Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que faz um ajuste nas regras de parcelamento dos precatórios, ampliando possibilidade de parcelamento.

A equipe econômica quer, com a iniciativa, abrir um espaço de 34 bilhões de reais para despesas no ano que vem, ganhando folga orçamentária para acomodar um Bolsa Família vitaminado após o presidente Jair Bolsonaro já ter dito que o valor do benefício do programa irá para no mínimo 300 reais, ante média de cerca de 190 reais hoje.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Ação do Banco Inter sobe 4,56% após aumento de limite no cartão de crédito

Mais cedo nesta terça-feira, o ministro da Economia, Paulo Guedes, reconheceu que o governo possivelmente dormiu no ponto em relação ao salto verificado na conta de precatórios para o próximo ano, que chegou a 90 bilhões de reais. No exterior, o sinal negativo prevalecia em Wall Street, o que corroborava as vendas no pregão brasileiro.

Destaques

Petrobras PN (PETR4) recuava 2%, em meio ao declínio dos preços do petróleo no exterior, onde o Brent caía 2,1%, a 71,34 dólares o barril. A empresa divulgou mais cedo que iniciou a fase vinculante para venda de 100% de sua participação em concessões em terra na Bacia do Paraná.

Itaú PN (ITUB4) cedia 0,5%, afastando-se da máxima, quando chegou a subir mais de 3%, após divulgar um salto no lucro do segundo trimestre, de 6,5 bilhões de reais, e definir perspectiva mais otimista para o ano. Bradesco PN (BBDC4), que divulga balanço nesta terça-feira, reverteu a alta e caía 1,3%.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Ação do Grupo Dimed (PNVL3) estreia na bolsa de valores em queda

Cielo passou a trabalhar com queda de 0,3%, após valorizar-se 3,75% mais cedo, em meio a lucro de 221,5 milhões de reais no segundo trimestre, revertendo prejuízo de um ano antes. Em teleconferência sobre o balanço, a empresa de meios de pagamentos disse que espera manutenção da pressão sobre margens nos próximos trimestres.

Vale (VALE3) subia 1,2%, favorecida pela forte alta dos contratos futuros do minério de ferro negociados na China, após cinco sessões consecutivas de perdas, impulsionados por especulações de uma flexibilização aos cortes de produção de aço no país asiático.

Gerdau PN (GGBR4), que divulga balanço na quarta-feira, antes da abertura, perdia 0,3%. 

Cyrela (CYRE3) caía 3,8%, tendo de pano de fundo avanço na curva de juros. Além disso, a empresa disse identificou no último sábado alteração em seu ambiente de tecnologia da informação indicando um ransomware que causou baixo impacto.

As informações são da Reuters

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas