CONECTE-SE CONOSCO

Empresas

Gigantes chinesas, Juntas para comprar a Oi

Publicado

em

Gigantes chinesas Huawei e China Mobile: aliança chinesa de olho na compra da Oi e na expansão do 5G.

Gigantes chinesas unida para comprar a Oi

Gigantes chinesas unida para comprar a Oi

Duas gigantes chinesas Huawei e China Mobile unem esforços para entrar na disputa pela Oi. Elas têm a perspectiva de um salto no volume de negócios quando o país começar a instalar redes de telefonia móvel da quinta geração (5G).


A China Mobile já havia manifestado interesse pela Oi e chegou a fazer um (amplo levantamento de dados que engloba a avaliação de oportunidades, perspectivas para o negócio e riscos da operação).

O negócio, no entanto, não foi adiante. Pontos que foram aprovado nas lei das teles estavam entre os entraves que fizeram os chineses parar as conversas. Com a Lei aprovada e aspectos regulatórios já resolvidos, a China Mobile volta à se interessar pelo negócio.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Oi na Bolsa de Valores: ações fecham a semana em queda de 12,17%


Site de notícias do jornal O Globo neste sábado afirmou

Que as duas empresas chinesas antecipam um crescimento significativo nos negócios assim que o Brasil começar a implantar sua tecnologia sem fio de quinta geração (5G) e os 360 mil quilômetros de infraestrutura de fibra da Oi.

A Oi se recusou a comentar o assunto, enquanto a Huawei e a China Mobile não responderam imediatamente aos pedidos de comentários da Reuters.

A estratégia da fabricante chinesa tem como outro alvo evitar que a empresa seja proibida de atuar no Brasil.

Visto que o presidente Jair Bolsonaro tem mostrado grande apreço e proximidade com o mesmo tipo de política implementada por Donald Trump nos Estados Unidos.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Mercado Livre investirá R$10 bi no Brasil em 2021

Na quinta-feira, a Reuters informou que, ao negociar sua rede móvel com a espanhola Telefonica e a Telecom Italia, a Oi também estava envolvida em negociações preliminares com a AT&T e outra empresa chinesa.

Fonte: Oglobo

Compartilhar:

Siga-nos no Google News

Siga-nos nas Redes Sociais

Ações Mais Procuradas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba notícia atualizadas