Connect with us

Notícias

Cinco maiores bancos vão prorrogar vencimentos de dívidas por 60 dias; Ações caem

Publicado

em

Compartilhar:
Cinco maiores bancos vão prorrogar vencimentos de dívidas por 60 dias; Ações caem

Investing.com: Na parte da tarde desta segunda-feira, as ações dos principais bancos brasileiros listados na bolsa operam com importante queda, seguindo o forte sentimento de aversão ao risco que prevalece na sessão.

Além disso, a queda está ligada à adesão das instituições financeiras ao atendimento de pedidos de prorrogação, por 60 dias, dos vencimentos de dívidas de clientes pessoas físicas e de micro e pequenas empresas para os contratos vigentes em dia e limitados aos valores já utilizados, em razão dos efeitos da pandemia do novo coronavírus. O comunicado foi feito pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Assim, por volta das 14h10, as ações do Itaú Unibanco cediam 6,60% a R$ 24,48, Bradesco (BBDC4) 9,53% a R$ 22,88, Banco do Brasil (BBAS3) 15,76% a R$ 30,74 e Santander (SANB11) 7,34% a R$ 27,77.

“A Febraban e seus bancos associados, sensíveis ao momento de preocupação dos brasileiros com a doença provocada pelo novo coronavírus, vêm discutindo propostas para amenizar os efeitos negativos dessa pandemia no emprego e na renda. Entendem que se trata de um choque profundo, mas de natureza essencialmente transitória”, afirmou em comunicado.

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta segunda-feira, em reunião extraordinária, medidas para facilitar a renegociação de dívidas numa resposta aos potenciais impactos do coronavírus sobre a economia brasileira. O governo também dispensou os bancos de aumentarem o provisionamento no caso de repatriação de operações de crédito realizadas nos próximos seis meses.

Fonte: Investing

Por Gabriel Codas