Connect with us

Mercado de Ações

As ações que todo investidor iniciante deve evitar

Publicado

em

Americanas (AMER3)

Recentemente, a Americanas foi afetada por inconsistências contábeis de R$ 20 bilhões, que foram aumentadas para mais de R$ 40 bilhões. Por isso, a empresa entrou em processo de recuperação judicial e foi dado um prazo para que ela apresentasse um plano de pagamento aos credores, a fim de evitar a falência.

Ademais, há suspeitas de que as ações (AMER3) possam estar sendo usadas para fins de insider trading. Isso significa que alguém compra ou vende ações com base em informações privilegiadas, o que é considerado ilegal e pode acarretar graves consequências para aqueles que se envolvam.

Oi (OIBR3) (OIBR4)

A Oi entrou com um novo pedido de recuperação judicial na Justiça do Rio, três meses após o término de outro processo de recuperação. A empresa confirmou que o pedido foi feito com caráter de urgência. Segundo a companhia, o novo pedido auxilia na reestruturação financeira e busca da sustentabilidade de longo prazo da Oi e de suas subsidiárias. A empresa informou que vai manter regularmente as atividades.

Também há suspeitas de insider trading relacionadas às ações da Oi.

IRB Brasil (IRBR3)

Em 2020, a Squadra divulgou uma carta que gerou muita discussão, na qual explicava sua posição de venda de ações da IRB, devido a suspeitas de problemas contábeis.

Veja também:  Ações da Via (VIIA3) termina semana em alta de 28,57%

O IRB Brasil também chegou a informar a seus acionistas que a Berkshire Hathaway, do mega investidor Warren Buffett, havia triplicado a sua participação na empresa, informação que foi desmentida pelo próprio investidor.

A empresa relatou um prejuízo líquido de R$ 38,8 milhões no último trimestre do ano passado, que representou uma redução de 89,5% em comparação ao valor registrado no mesmo período do ano anterior. No entanto, em 2022, o prejuízo líquido total foi de R$ 630,4 milhões, em comparação ao prejuízo de R$ 682,7 milhões em 2021.

Magazine Luiza (MGLU3)

O Magazine Luiza foi um caso de sucesso na bolsa, pois entregou uma valorização de mais de 90.000%, mas decepcionou muitos novatos que entraram no topo. As ações caíram de R$ 27 para R$ 2,20, pegando muitos investidores de surpresa e resultando em prejuízos de mais de 90%.

Além do mais, a taxa Selic elevada, as varejistas estão enfrentando um período complicado, devido ao aumento dos custos de empréstimos e a possibilidade de aumento da inadimplência dos compradores.

Compartilhar:

Tendência