Connect with us

Investimentos

3 estratégias de investimento na sequência do surto de Coronavírus

Publicado

Em

Imagem: ThinkStock Photos

Enquanto o Coronavírus tem causado estragos nos mercados financeiros mundiais, nos E.U.A. as ações e índices começaram a estabilizar no final da semana passada.

Neste momento, o Dow Jones Industrial Average ganhou 188 pontos, quase 1%, enquanto o índice S&P fechou na quinta-feira em alta, mais cerca de 0.5%. O Nasdaq ganhou quase 2.3% durante o mesmo período, embora tenhamos que aguardar para ver se estes ganhos podem ser mantidos a curto-prazo.

Com isto em mente, é importante investir em empresas viáveis e valores seguros que ofereçam segurança ou lucros a curto-prazo. Aqui vão algumas ideias para ajudá-lo.

  1. Mercados Emergentes

Enquanto as ações nos Estados Unidos e Europa têm potencial para caír dependendo de como o Coronavírus seja gerido, as ações dos mercados emergentes estão a desempenhar melhor e com mais consistência em comparação com as alternativas mais desenvolvidas.

Esta tendência também se destacou durante o final da crise financeira de 2008, quando as economias mais avançadas caíram e os mercados em desenvolvimento como a Índia, Brasil, Rússia e China e cresceram.

VOCÊ PODE GOSTAR:  IRB Brasil RE tem prejuízo líquido de R$ 206,9 milhões no 2T21

Numa perspetiva de longo prazo, o mercado Latino-Americano parece ter o maior valor para  os investidores. Empresas de E-commerce e de pagamentos como MercadoLivre são particularmente atraentes, demonstrando um crescimento de 57% no quarto trimestre de 2019 e tendo, até agora, um desempenho sólido em 2020.

  • Ações Oversold

Um dos principais impactos do Coronavírus é que levou a bolsa para um período prolongado de pânico nas vendas.

Nesta situação, os investidores tomam frequentemente uma abordagem indiscriminada em relação à venda de ações e ativos, o que, por sua vez, cria oportunidades para investidores com mais experiência lucrarem tanto a curto como a longo prazo.

Mais especificamente, os investidores podem se concentrar em vender ações em excesso que mantenham perspetivas sólidas e o potencial para ganhos significativos a longo-prazo.  A Netflix representa um excelente exemplo, uma vez que esta empresa contínua a crescer 20% em média e espera-se um aumento na procura global à medida que os clientes são encorajados a passar longos períodos de tempo em casa.

  • Diversificação
VOCÊ PODE GOSTAR:  Caixa paga hoje Auxílio Brasil para beneficiários com NIS final 5

É claro que a diversificação é central para qualquer portfólio de sucesso, mas é indiscutivelmente mais importante em tempos de crise socioeconômica.

Certamente que ter um amplo portfolio de ações, títulos e ações oversold pode diminuir a sua exposição ao pior da volatilidade do mercado, enquanto que estimula ganhos sustentáveis durante um longo período de tempo.

Certifique-se que os títulos de dívida pública ocupam uma posição central no seu portfólio de investimento, uma vez que estes são valores seguros garantidos pelo governo e que oferecem um investimento seguro em tempos de austeridade econômica.

Veja também: Coronavírus continua assustando e faz Wall Street desabar

Compartilhar: