Connect with us

Criptomoedas

 Tether já é uma das maiores detentoras mundiais de Bitcoin

Publicado

em

 Tether já é uma das maiores detentoras mundiais de Bitcoin

Google news

De acordo com dados da rede, a gigante do stablecoin Tether adquiriu mais de US$ 360 milhões em Bitcoin (BTC) no início do ano. O total de Bitcoins da empresa agora é de 66.400 BTC, avaliados em US$ 2,7 bilhões.

Segundo o provedor de inteligência de mercado Bitcoin CryptoQuant, um endereço de blockchain associado à Tether teve um aumento significativo, passando de 57.500 BTC para 66.400 BTC em 4 de janeiro. Este foi o maior aumento em um único dia para o endereço desde o final de março de 2023.

Em maio, a Tether revelou formalmente que 2% de suas reservas eram mantidas em Bitcoin e anunciou planos para alocar 15% de seus lucros operacionais em BTC.

Um analista da CryptoQuant afirmou que “Tether é agora o 11º maior detentor de Bitcoin do mundo” devido ao saldo da carteira recém-descoberto da empresa em agosto.

Lucros da Tether

A Tether é uma das empresas mais lucrativas da indústria criptográfica, com seu token Tether (USDT) possuindo um valor de mercado de US$ 94 bilhões e sendo 100% garantido por reservas do mesmo tamanho, compostas principalmente por dinheiro e títulos do Tesouro dos EUA de curto prazo.

Veja também:  TVL da Cardano supera a do Bitcoin, novo token se torna viral, Tether adiciona 1 bilhão de USDT à sua reserva no TRON

Segundo seu último atestado, a empresa obteve um lucro de US$ 1 bilhão com seus investimentos em títulos do tesouro e outros equivalentes de caixa somente no terceiro trimestre.

A empresa está usando grande parte de seus lucros para expandir a pesquisa na indústria de Bitcoin e criptografia e para reforçar suas “reservas excedentes” em caso de volatilidade nos investimentos mais arriscados do Tether.

No terceiro trimestre, a empresa detinha US$ 3,2 bilhões em reservas excedentes, incluindo posições em ouro e Bitcoin.

Mineração de Bitcoin e garantias aos investidores

A Tether também está incursionando na indústria de mineração de Bitcoin, tendo apoiado os esforços iniciais de arrecadação de fundos para a iniciativa de mineração de Bitcoin de US$ 1 bilhão em El Salvador.

O CEO da Cantor Fitzgerald, Howard Lutnick, confirmou em uma entrevista que sua empresa detém os títulos do Tether e garantiu aos investidores que seus tokens são totalmente garantidos.

Compartilhar:

Tendência