Connect with us

Criptomoedas

Ripple: A SEC está sob o comando de Wall Street e quer matar o XRP

Publicado

em

Ripple: A SEC está sob o comando de Wall Street e quer matar o XRP
Imagem: Reprodução Internet
Google news

Ripple: A SEC, sob o comando de Wall Street, quer eliminar o XRP através de um processo judicial e pressão sobre as exchanges.

Max Keiser, conselheiro do presidente de El Salvador, Nayib Bukele, expressou sua convicção de que o XRP não sairá vitorioso na batalha legal contra a SEC. Ele enfatizou que a briga entre Ripple e SEC não se resume a uma questão de lei, mas sim a pressões exercidas sobre a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA por entidades externas, retratando a SEC como um instrumento de Wall Street com o objetivo de “matar” o XRP.

Keiser fez tais declarações após relatos de que um tribunal dos EUA ordenou que a Ripple compartilhasse demonstrações financeiras específicas solicitadas pela SEC, incluindo dados sobre as vendas de XRP a investidores institucionais nos anos de 2022 e 2023. Esta solicitação abrange períodos subsequentes ao processo inicial da SEC contra a Ripple no final de 2020.

Veja também:  PayPal oferece negociação de criptomoedas por meio de parceria com a Paxos

Apesar da oposição da Ripple, a juíza norte-americana Sarah Netburn decidiu a favor da SEC, levando a Ripple a pedir uma prorrogação do prazo para as audiências inicialmente marcadas para 12 de fevereiro.

Críticos como Max Keiser expressam ceticismo quanto à capacidade da Ripple de prevalecer contra a SEC, embora a vitória do regulador seja considerada uma ocorrência incomum, dada a série de decisões favoráveis que a Ripple conquistou anteriormente no caso. Por exemplo, em julho de 2023, um tribunal dos EUA determinou que o XRP não é inerentemente um valor mobiliário, contestando assim a alegação inicial da SEC.

Compartilhar:

Tendência