CONECTE-SE CONOSCO

Mercado de Ações

Quem comprou ações da Cielo há seis anos teria acumulado hoje 91,79% de prejuízo

Publicado

em

Quem comprou ações da Cielo há seis anos teria acumulado hoje 91,79% de prejuízo

A ação da Cielo (CIEL3) empresa de serviços financeiros atingiu o seu auge em 2015. O ativo da empresa era negociado a R$ 31,53 na B3 (Bolsa de Valores).

Em contrapartida, os papéis da empresa era um dos mais recomendados pelas corretoras com a cielo conseguindo manter a sua participação de mercado.

Antes de tudo; a empresa reportava lucro líquido de R$ 911,8 milhões e o volume financeiro de transações entre cartões de crédito e débito somavam R$ 126 bi.

Contudo, tudo mudou, a entrada agressiva das concorrentes como PagSeguro, Stone e Rede, que deram um duro golpe com isenção de aluguel de terminais e cobrado tarifas menores por transação.

VOCÊ PODE GOSTAR:  AES Tietê desaba mais de 13% após BNDES aceitar oferta de controladora por fatia

A Rede, braço de adquirência do Itaú (ITUB4), por exemplo, chegou anunciar que zeraria a cobrança sobre antecipação de recebíveis de comerciantes nas compras pagas com cartões de crédito na modalidade à vista.

Cielo tentando reagir

No 2T21 a empresa registrou lucro líquido de R$ 180,4 milhões. Porém, o resultado financeiro foi impactado por maiores despesas financeiras, refletindo o aumento da taxa SELIC e custos das novas captações realizadas pela Companhia para amparar a expansão de produtos de prazo e o início da concessão de crédito para capital de giro.

Os esforços da Cielo para reagir à maior concorrência fizeram seus gastos totais também subirem.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Ibovespa fecha em alta, com ajuda dos bancos e Petrobras

Cielo alvo de Fake News

Nos últimos dias Cielo foi alvo de “fato relevante” falso sobre fechamento de capital. A companhia afirmou que se tratava de “fake news”.

Cielo na Bolsa de Valores Hoje

Atualmente, as ações da Cielo (CIEL3) estão em queda livre. Na última semana a baixa foi de 9,76%, com papéis a R$ 2,59. No ano, os papéis da companhia acumulam perdas de 34.13%.

Desde o último topo em 2015, os papéis da cielo acumulam perdas de 91,79% na Bolsa de valores.

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas