CONECTE-SE CONOSCO

Notícias

Preços do petróleo caem abaixo de US$66; mínima desde maio

Publicado

em

Preços do petróleo caem abaixo de US$66; mínima desde maio com preocupações sobre demanda
Bombas de petróleo perto de Paris, na França 23/04/2018 REUTERS/Christian Hartmann

Por Alex Lawler

LONDRES (Reuters) – O petróleo caía para menos de 66 dólares o barril nesta quinta-feira, seu nível mais baixo desde maio, pressionado por preocupações sobre a demanda mais fraca com o aumento dos casos de Covid-19, um dólar americano mais forte e um aumento surpreendente nos estoques de gasolina dos EUA.

A circulação da variante Delta em áreas de vacinação baixa está conduzindo a transmissão de Covid-19, disse a Organização Mundial de Saúde. As mortes relacionadas ao coronavírus aumentaram nos Estados Unidos no mês passado.

“A batalha mais longa do que prevista contra o inimigo invisível tornou os investidores cautelosos e pragmáticos, levando a preços gradualmente mais baixos”, disse Tamas Varga, da corretora de petróleo PVM.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Petrobras vende fatia em campo terrestre Rabo Branco para Petrom por US$1,5 mi

“A potencial retirada do apoio monetário, a caótica tomada do Afeganistão pelo Taliban que ameaça com outra crise migratória e as preocupações com a propagação contínua do vírus mantêm a demanda do dólar, o que, por sua vez, atua como uma quebra em qualquer tentativa de rali para o preço do petróleo.”

O dólar atingiu a maior alta em nove meses, pesando sobre as commodities cotadas em moeda norte-americana.

O petróleo Brent recuava 1,67 dólar, ou 2,45%, a 66,56 dólares por barril, às 11:24 (horário de Brasília).

O petróleo dos Estados Unidos caía 1,69 dólar, ou 2,58%, a 63,77 dólares por barril.

(Reportagem adicional de Yuka Obayashi)

VOCÊ PODE GOSTAR:  PetroRio lucro cresce 854% no 4º trimestre

As informações são da Reuters

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas