Connect with us

Investimentos

Poupança fecha 2019 com entrada líquida de R$13,327 bi, Brasileiros continuam fugindo

Publicado

em

Compartilhar:

Poupança fecha 2019 com entrada líquida de R$13,327 bi, Brasileiros continuam fugindo

Depósitos na poupança superam saques em R$ 13,32 bilhões em 2019

O Banco Central informou nesta terça-feira (7) que os depósitos na caderneta de poupança superaram os saques em R$ 13,237 bilhões em 2019.

No ano passado, os depósitos somaram R$ 2,475 trilhões e, os saques, R$ 2,461 trilhões. Esse movimento aconteceu apesar da queda nos juros definidos pelo Banco Central ao longo do ano passado e que reduziu o rendimento da poupança

Em dezembro, mês tradicionalmente positivo, houve captação líquida de 17,211 bilhões de reais, melhor dado para o mês desde 2017 (+19,373 bilhões de reais).

No consolidado do ano, os depósitos superaram os saques em 12,390 bilhões de reais no Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), enquanto na poupança rural houve ingresso líquido de 937,497 milhões de reais.

Apesar de positivo, o resultado da poupança é o pior para o acumulado de um ano desde 2016, quando os saques superaram os depósitos em R$ 40,7 bilhões. Em 2017 e 2018, a caderneta acumulou resultados positivos de, respectivamente, R$ 17,126 bilhões e R$ 38,260 bilhões.

Poupança

Com a queda dos juros básicos da economia para 4,5% ao ano, a caderneta de poupança passou a render menos, assim como outros investimentos em renda fixa, como fundos de investimentos, CDB´s e Tesouro Direto.

Pela norma em vigor, há corte no rendimento da poupança sempre que a taxa Selic estiver abaixo de 8,5% ao ano. Nessa situação, a correção anual das cadernetas fica limitada a 70% da Selic, mais a Taxa Referencial, calculada pelo BC.

Com a taxa Selic atualmente em 4,5% ao ano, a remuneração da poupança está hoje em 3,15% ao ano, mais Taxa Referencial. Com isso, economistas dizem que a aplicação em poupança está muito próximo, e até perdendo para a inflação, desde dezembro do ano passado.

Continue Lendo

Ações mais Procuradas

Receba notícia atualizadas