CONECTE-SE CONOSCO

Mercado de Ações

Operadora Oi sofre para seguir na ativa

Publicado

em

Operadora Oi sofre para seguir na ativa


O marasmo da operadora Oi

Muitas noticias das mais variadas sobre uma possível venda da operadora Oi estão aparecendo na imprensa nas ultimas semanas. Mas, não é segredo que a situação da empresa se agrava a cada dia.

Em julho, a geração de caixa operacional líquida da companhia foi negativa em R$ 540 milhões, contra R$ 177 milhões negativos no mês anterior.

Esse resultado reflete principalmente o avanço no pagamento de despesas com aluguéis, processamento de dados e consultorias, bem como o aumento de 29% no capex do período, avaliam os analistas da Coinvalores.

No acumulado do ano, a geração já é negativa em R$ 4,3 bilhões, frente ao rombo de R$ 2,6 bilhões registrado no mesmo período de 2018.

VOCÊ PODE GOSTAR:  BofA corta preço-alvo da Vale para US$20, reduz recomendação para 'neutra'

Os papéis da Oi chegaram a ter um alivio com as noticias que circularam no mercado sobre eventual interesse da Telefônica/Vivo em seus ativos.

Porém, a noticia já foi desmentida pelo próprio presidente da telefonica.

A oi foi questionada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a companhia afirmou que “desconhece por completo a informação”. Além disso, há também pressões internas de acionistas que querem trocar o comando da empresa.

“O conflito vem influenciando diretamente as conversações sobre alternativas para capitalizar a Oi no curto prazo”, dizem os analistas da Guide.

Compartilhar:

Siga-nos no Google News

Siga-nos nas Redes Sociais

Ações Mais Procuradas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba notícia atualizadas