CONECTE-SE CONOSCO

Empresas

Oi lucra R$ 1,139 bilhão no 2T21

Publicado

em

Oi apresentou dívida bruta consolidada de R$29.116 milhões no 2T21

Oi lucra R$ 1,139 bilhão no 2T21

A Oi (OIBR3;OIBR4), divulgou lucro líquido de R$ 1,139 bilhão no 2T21, ante prejuízo de R$ 3,409 bilhões no período anterior, informou a companhia na última quarta-feira (11).

A companhia informou que a tal reversão é explicada, principalmente, pela contabilização de receitas de R$ 1.924 milhões, decorrente da valorização do Real frente ao Dólar de 12,2% no trimestre versus desvalorização de 9,6% e 8,7% no 1T21 e 2T20, respectivamente.

Lucro (Prejuízo) Líquido

No 2T21, o resultado operacional da Companhia antes do resultado financeiro e dos tributos (EBIT) foi de R$ 256 milhões, comparado ao resultado negativo de R$ 366 milhões no 2T20 e ao resultado de R$ 1.196 milhões do 1T21.

No trimestre, a Companhia registrou resultado financeiro líquido positivo de R$ 1.199 milhões e um Imposto de Renda e Contribuição Social negativos no valor de R$ 315 milhões, resultando em um lucro líquido consolidado de R$ 1.139 milhões, no período.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Magazine Luiza procura startups com soluções digitais para varejo

Endividamento & Liquidez

O caixa consolidado, totalizou R$ 3.421 milhões no 2T21, o que representou um aumento de 13,0% no comparativo trimestral e uma redução de 43,7% no ano contra ano. Com isso, a dívida líquida somou R$ 25.695 milhões no trimestre, 2,1% maior quando comparada ao 1T21 e 28,2% maior no comparativo anual.

O aumento também é resultado do pagamento de obrigações pontuais no período, como o pagamento de obrigações previstas no Plano de Recuperação Judicial junto a fornecedores e os juros do Bond 2025.

Resultado do segmento de fibra óptica

A Oi destacou a alta no serviços de fibra, a receita alcançou R$ 691 milhões, sendo R$ 654 milhões provenientes de clientes residenciais (crescimento anual de 156,3%) e R$ 37 milhões de empresas (B2B), crescimento anual de 181,5%.

Na comparação trimestral, as receitas de Fibra aumentaram em 99 milhões, sendo nos clientes residenciais um incremento de R$ 94 milhões. As receitas de Fibra no 2T21 já representam 50% do total de receitas do segmento, comparado a 20% do total no 2T20 e 43% no trimestre anterior.

VOCÊ PODE GOSTAR:  A Claro informou que pagará o montante de R$ 3,7 bilhões pela sua fatia na compra da rede móvel da Oi

O projeto de fibra é responsável pelo turnaround das receitas residenciais. A Fibra reverteu a tendência estrutural de queda da receita residencial (em função dos serviços legados) e o segmento apresentou crescimento anual de receita pela primeira vez em sete anos.

Veja também:

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas