CONECTE-SE CONOSCO

Dinheiro

Não satisfeito com a alta carga tributária do País, Guedes quer imposto no PIX

Publicado

em

Não satisfeito com a alta carga tributária do País, Guedes quer imposto no PIX

Não satisfeito com a alta carga tributária do país, o ministro da economia Paulo Guedes, acredita que a solução dos problemas é tributar tudo e todos.

Guedes defendeu uma alíquota entre 0,10% a 0,15% nas operações. O ministro acredita que a nova ferramenta é um mecanismo interessante, mas que pode haver taxações para o “tráfego nessa estrada”, se referindo a quem envia e recebe dinheiro por meio do PIX.

Segundo Guedes, por se tratar de uma transação gratuita (diferentemente de DOC e TED, por exemplo), haveria espaço para aplicar uma cobrança fixa nos moldes da CPMF.

Veja também: Impostômetro atinge a marca de R$ 1,5 trilhão

VOCÊ PODE GOSTAR:  Bradesco tem lucro acima do esperado no 3º trimestre

Brasil maior carga tributária do mundo

Um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) mostra que o Brasil é hoje a 15ª maior carga tributária do mundo.

Brasil tem uma carga tributaria equivalente aos países de maior arrecadação do mundo, mas o retorno é muito ruim. O Brasil fica abaixo de países da América do Sul, como Argentina e Uruguai.

O melhor País em retorno da arrecadação dos tributos em termos de melhoria da qualidade de vida de seus cidadãos são: Irlanda, Estados Unidos, Suíça, Austrália e Coreia do Sul.

Criação da tributação sobre dividendos

O ministro da Economia, defende alíquota de 20% sobre dividendos proposta na reforma do Imposto de Renda, afirmando que é um “imposto muito modesto”.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Ativa Investimentos tira Itaú e IMC para adicionar Equatorial e Magalu para a semana

Guedes, acredita que o nível de arrecadação recorde alcançado pelo país no primeiro semestre é sustentável e independe do crescimento da economia à frente.

Compartilhar:

Siga-nos no Google News

Siga-nos nas Redes Sociais

Ações Mais Procuradas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba notícia atualizadas