CONECTE-SE CONOSCO

Mercado de Ações

JBS cai quase 4% com novo PGR pedindo rescisão de delação

Publicado

em

As ações da JBS (JBSS3) chegaram a cair 7% e registraram durante boa parte da sessão desta terça-feira (5) as maiores perdas do Ibovespa.

Essa queda ocorre após Augusto Aras, novo procurador-geral da República, pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) a rescisão do acordo de delação premiada dos ex-executivos da companhia Joesley Batista, Wesley Batista, Ricardo Saud e Francisco de Assis e Silva.

Os papéis JBSS3 amenizaram as perdas, mas fecharam como a maior baixa do índice, com queda de 3,87%, a R$ 28,07.

JBS cai quase 4% com novo PGR pedindo rescisão de delação

Entenda o caso

Nas alegações finais apresentadas nesta segunda-feira, 4, ao ministro Edson Fachin, do STF, o procurador-Geral da República, Augusto Aras, pediu a homologação das rescisões dos acordos de colaboração premiada firmados pelos executivos da JBS Joesley Batista, Ricardo Saud, Wesley Batista e Francisco de Assis e Silva, com consequente perda do direito ao benefício da imunidade penal aos envolvidos.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Corretora Clear: sofre para estabilizar serviços e usuários reclamam

O PGR requer, no entanto, que permaneçam válidas todas as provas produzidas, inclusive depoimentos prestados e documentos apresentados, bem como quaisquer valores pagos ou devidos a título de multa.

 JBS não comentou as notícias.

Compartilhar:

Siga-nos no Google News

Siga-nos nas Redes Sociais

Ações Mais Procuradas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba notícia atualizadas