CONECTE-SE CONOSCO

Mercado de Ações

Índice recua com ajustes e Covid-19 no radar; Marfrig sobe antes de balanço

Publicado

em

Índice recua com ajustes e Covid-19 no radar; Marfrig sobe antes de balanço
IStock/Getty Images

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) – A bolsa paulista (B3SA3) adotava um viés de baixa nesta segunda-feira, em meio a movimentos de realização de lucros e um quadro ainda preocupante sobre a Covid-19 no país, com a temporada de balanços incluindo Marfrig e Magazine Luiza (MGLU3) após o fechamento do pregão.

Às 10:50, o Ibovespa caía 1,27 %, a 113.733,53 pontos. O volume financeiro somava 4,2 bilhões de reais.

O Ibovespa fechou em alta de mais de 2% na sexta-feira, confirmando a primeira semana positiva em um mês (+4,7%), após a PEC Emergencial aprovada no Senado descartar os piores cenários do ponto de vista fiscal. A expectativa é de que o texto seja analisado na Câmara dos Deputados nesta semana.

Na visão da Guide Investimentos, o quadro sanitário em estado crítico toma a frente do noticiário em Brasília, ofuscando a expectativa com a aprovação da PEC Emergencial na Câmara dos Deputados na quarta-feira.

“A intensificação da pandemia leva cada vez mais políticos a adotarem medidas drásticas de contenção do vírus”, observou a equipe da corretora em nota a clientes.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Via Varejo capta R$4,45 bi em oferta de ações com oferta de 15 reais por ação

De acordo com os dados mais recentes do Ministério da Saúde, o Brasil registrou no domingo mais 1.086 óbitos por Covid-19 e teve 80.508 novos casos confirmados da doença, totalizando 265.411 mortes e 11.019.344 de casos desde o começo da pandemia.

No exterior, o mercado de títulos norte-americano tende a continuar no radar dos agentes financeiros, em meio a preocupações com a inflação e juros, com sinais de recuperação da economia combinados com estímulos fiscais expressivos nos Estados Unidos.

O Senado dos EUA aprovou no sábado o plano de alívio do presidente Joe Biden contra os efeitos do coronavírus no valor de 1,9 trilhão de dólares.

Entre as commodities, o petróleo Brent, referência internacional, perdia um pouco o fôlego após chegar a 71,38 dólares por barril, maior nível desde 8 de janeiro de 2020, tendo também de pano de fundo ainda ataque por grupo do Iêmen a instalações de petróleo na Arábia Saudita.

DESTAQUES

  • UNIDAS ON (LCAM3) e LOCALIZA ON (RENT3) caíam cerca de 4% cada, após a rival Movida pedir ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) a reprovação do acordo Localiza/Unidas. MOVIDA ON (MOVI3) tinha declínio de 2,7%.
  • MARFRIG ON (MRFG3) subia 5,1% antes do balanço do último trimestre de 2020, com o setor de proteínas como um todo. A China importou 1,6 milhão de toneladas de carne nos primeiros dois meses do ano, mostraram dados de alfândegas no domingo, com alta de 27,6% na comparação anual.
  • PETROBRAS PN (PETR4) perdia 1,65%, após alguma recuperação no final da semana passada. A companhia recebeu ofícios do Ministério de Minas e Energia e do Ministério da Economia com indicações do governo a cargos no conselho da petrolífera de controle estatal.
  • VALE ON (VALE3) tinha acréscimo de 0,5%, tendo de pano de fundo alta do minério de ferro na China, embora a cotação tenha reduzido ganhos no final da sessão com os estoques em portos atingindo uma máxima de três meses.
  • ITAÚ UNIBANCO PN (ITUB4) caía 1,5%, em meio a ajustes após forte valorização na semana passada, com BRADESCO PN (BBDC4) cedendo 1,4%.
Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas