CONECTE-SE CONOSCO

Mercado de Ações

Companhia Brasileira de Alumínio se prepara para IPO

Publicado

em

Companhia Brasileira de Alumínio se prepara para IPO

SÃO PAULO (Reuters) – A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) pediu nesta terça-feira o registro de companhia aberta, segundo informações da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), preparando caminho para uma eventual oferta inicial de ações (IPO).

Segundo o protocolo, o pedido da CBA de companhia de categoria A vem acompanhado de outro para realizar uma oferta pública de valores mobiliários, o que a habilita entre outras coisas para vender ações no mercado.

Criada em 1941, com plano inicial de explorar as jazidas de bauxita em Poços de Caldas (MG), a CBA tem sede em São Paulo e é parte do Grupo Votorantim, da família Ermírio de Moraes.

Além de sua operação principal de produção de alumínio, a CBA tem usinas hidrelétricas próprias e vende no mercado a energia excedente não usada por suas fábricas.

A companhia afirma no seu relatório de resultados que teve receita líquida consolidada de 5,41 bilhões de reais em 2020, pouco acima dos 5,26 bilhões de reais um ano antes.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Ações Via varejo (VVAR3): papéis fecham em alta de 4.36% nesta terça

O anúncio acontece em meio a uma escalada dos preços mundiais de commodities metálicas, apoiada na expectativa de que a demanda hoje já forte da China por esses produtos deve ser ampliada nos próximos meses e anos por outros grandes mercados, como o dos Estados Unidos, diante das expectativas de maiores gastos em infraestrutura para tentar ajudar a aliviar os efeitos econômicos da pandemia da Covid-19.

No mês passado, a siderúrgica CSN (CSNA3) concluiu a listagem de sua unidade de minério de ferro CSN Mineração (CMIN3). Também nesta terça-feira, a CSN anunciou que fará IPO de outra unidade, a CSN Cimentos.

(Por Aluísio Alves)

Veja também:

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas