CONECTE-SE CONOSCO

Empresas

BRF lidera alta do Ibovespa após fortes resultados impulsionados por mercado local

Publicado

em

Por Ana Carolina Siedschlag

Investing.com – As ações ordinárias da BRF (BRFS3) lideravam as altas do índice Ibovespa na manhã desta terça-feira na B3 após registrarem lucro acima das expectativas dos analistas, impulsionado por um forte desempenho no Brasil no terceiro trimestre.

Veja também: BRF registra primeiro lucro anual após 5 anos

Os papéis eram negociados em alta de 6,6%, a R$ 19,72 por volta das 10h56, com mínima em R$ 18,89 e máxima em R$ 19,77, com R$ 163,82 milhões de volume negociado. As ações iam na mesma direção que o Ibovespa nesta manhã, que subia 0,51%, a 104,114 pontos, e puxavam as outras representantes do setor, Marfrig (MRFG3), Minvera e JBS (JBSS3), com altas acima de 1,80%.

Segundo os analistas da Mirae, os resultados operacionais da BRF excederam os consensos devido à melhora das condições no mercado interno, China e Halal, com melhora na gestão de custos. Para o quarto trimestre, a corretora espera resultados sólidos, “com recuperação mais forte no mercado interno, mas com alguma pressão no setor externo, principalmente na Europa, afetando os preços, em virtude na nova onda de Covid-19”. 

Os analistas apontam, ainda, alguma possível pressão de custos para o início de 2021, mas “com expectativa de aumento de preços, para contornar o atual momento.”

Já o BTG Pactual (BPAC11), também em relatório, destacou que as vendas da BRF foram beneficiadas pelo maior consumo de produtos em casa e pelo pagamento das últimas parcelas do auxílio emergencial no país. 

No entanto, os analistas mantiveram a recomendação neutra para o papel, com preço-alvo de R$ 23,00, de olho na queda das margens de carne de frango no mercado internacional e à espera da normalização do consumo no Brasil. 

LEIA TAMBÉM:  Next deve ser independente do Bradesco até o primeiro trimestre de 2020.

O mercado “desafiador” da carne de frango em 2020 também manteve os analistas da XP Investimentos cautelosos com a BRF, apesar da surpresa positiva da corretora com a estratégia da empresa de aumentar a capacidade de armazenamento, manter eficiência operacional e níveis de ocupação ideais, além de usar de insumos alternativos no processo produtivo. 

“Tal estratégia nos surpreendeu positivamente, permitindo que a empresa alcançasse uma margem bruta de 23,6% no trimestre, 603 pontos base acima da nossa estimativa de 17,5%”, escreve a analista Larissa Pérez em relatório. Ela manteve a recomendação para o papel em compra, com preço-alvo de R$ 30 para o final de 2021.

Balanço 

A processadora de alimentos BRF reportou nesta segunda-feira lucro ligeiramente acima das expectativas dos analistas, impulsionado por um forte desempenho no Brasil no terceiro trimestre.

A empresa informou que lucrou 218,7 milhões de reais no período. Analistas previam lucro líquido de 203,15 milhões de reais em média, segundo dados do Refinitiv.

A receita líquida cresceu 17,5%, para 9,9 bilhões de reais, já que a empresa conseguiu aumentar o preço médio dos produtos vendidos. A BRF também disse que conseguiu aumentar em 0,7% os volumes de alimentos industrializados e carnes vendidos no trimestre, para 1,1 milhão de toneladas.

A BRF, maior exportadora mundial de frango, obteve mais da metade de suas vendas do Brasil, onde a receita líquida cresceu quase 21%.

Internacionalmente, a receita líquida cresceu 13,5%, mas ajustes na produção em meio à pandemia da Covid-19 continuaram impactando as operações. Como resultado, o lucro bruto e as margens foram pressionados, disse a BRF.

Os custos mais altos de grãos e outras despesas denominadas em dólares também afetaram a lucratividade de suas exportações, acrescentou a empresa.

LEIA TAMBÉM:  Magazine Luiza anuncia aquisição da Stoq, startup de tecnologia de São Carlos

Com informações da Reuters

google news money invest
Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas