Connect with us

Criptomoedas

Bitcoin: Febre passou? Especialistas afirmam que o BTC irá para US$ 400 mil

Publicado há

em

Segundo o especialistas, o catalisador do novo crescimento serão os bancos centrais globais que poderiam começar a acumular bitcoins como forma de “Ouro Digital”.

No entanto, os bancos ainda não têm confiança no mercado de criptomoedas, temendo que o fluxo de investimentos possa gerar uma bolha incontrolável. Caso um dia seja aberto o uso de criptoativos, isso desencadearia um enorme aumento na demanda, o que ocasionaria aumento de seu valor.

O Principal obstáculo para o Bitcoin

Um dos problemas desse tipo de investimento é que as corretoras de criptomoedas não são regulamentadas no Brasil. Como o Bitcoin é classificado como uma mercadoria, ou commodity, e não como ativo financeiro ou ativo do mercado de capitais, nem o Banco Central (BC) e nem a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) fiscalizam as exchanges. Só recentemente essas empresas receberam alguma fiscalização, por parte da Receita Federal, que a partir de agosto passou a exigir informações sobre as operações com criptomoedas

Brasil vive febre de investimentos em bitcoins

Criptomoeda mais popular do mundo já tem mais que o dobro de investidores da Bolsa de São Paulo no Brasil. Houve um salto de investidores no bitcoin que fez ultrapassar o total de pessoas físicas cadastradas na Bolsa de Valores de São Paulo (B3). Não é para menos, em 2017 o ativo digital valorizou 1.400%, despertando o interesse dos mais diversos investidores.

Risco em investir em criptomoeda

Entre os principais riscos está a volatilidade do mercado, marcada principalmente pelos altos e baixos vivenciados pelas criptomoedas desde suas criações. Para se ter uma ideia, a baixa registrada em 2018 foi de mais de 80% comparando à sua maior alta de todos os tempos (em US$20 mil), com o Bitcoin passando a valer pouco mais de US$3 mil. Para investidores que não têm sangue frio ou paciência, isso pode acabar trazendo uma grande instabilidade emocional.

A febre do Bitcoin passou ou é apenas o começo?

É impossível antever para que lado a moeda irá. Mas parece claro que a tecnologia blockchain, oscilações do bitcoin acabou chamando atenção de grandes investidores. O fato é que blockchain, dará suporte a transações financeiras e não financeiras em nossos dia a dia

“Guru” das criptomoedas diz que Bitcoin vai valer US$ 400 mil e se tornar a maior moeda do mundo. Especialistas vê uma chance do bitcoin voltar a testar o patamar de US$ 20 mil, sua máxima histórica atingida no fim do ano passado

Continue lendo

Tendência