CONECTE-SE CONOSCO

Criptomoedas

Atlas Quantum com dezenas de processos na justiça, agora quer lançar a plataforma Fênix

Publicado

em

Atlas Quantum com dezenas de processos na justiça, agora quer lançar a plataforma Fênix

A atlas quantum a plataforma que recentemente a justiça determinou que devolvesse os Bitcoins de investidores. Agora, quer lançar a plataforma chamada Fênix.

Essa plataforma tem a proposta de ser mais segura já que armazenará 90% dos bitcoins em cold wallet e apenas 10% em outras corretoras.

A plataforma já está sendo testada desde o dia 20 de novembro, e a promessa é que os lucros sejam superiores aos que eram gerados pela Quantum.

Bitcoin bloqueados

Rodrigo Marques, CEO da Atlas Quantum, disse que os bitcoins que estavam sob custódia da Atlas Quantum continuam bloqueados nas corretoras. Marques informou que a Atlas está abrindo dez ações judiciais contra essas exchanges para tentar solucionar esse problema. No entanto, afirmou que essas medidas levarão um tempo até serem solucionadas.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Cardano: Rede atinge 1 milhão de carteiras ADA

O desespero de quem investiu

Atlas Quantum vem enfrentando problemas junto a CVM e aos inúmeros clientes. Teve casos que a Polícia Militar foi à sede da Atlas Quantum, uma empresa de arbitragem de bitcoins que opera na alameda Santos, nos Jardins, em São Paulo, por causa de uma confusão envolvendo clientes que não conseguiram sacar o dinheiro investido.

É o caso de um empresário que tenta resgatar mais de R$ 500 mil que foi investido. Ele tem investido 14 bitcoins em posse da Atlas Quantum o equivalente a cerca de R$ 580 mil reais.

A Justiça concedeu a Marcos o direito de receber de volta seus mais de R$ 500 mil em até 48h, com uma multa de R$ 2 mil para cada dia de atraso. Mas o prazo já passou e a empresa nem o procurou para tentar fazer um acordo.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Cafu vira embaixador da ArbCrypto empresa com suposta prática de pirâmide financeira

VEJA TAMBÉM: Investimento Bitcoin escancara sua pirâmide financeira

Compartilhar:
Continue Lendo

Siga-nos no Google News

Siga-nos nas Redes Sociais

Ações Mais Procuradas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba notícia atualizadas