Connect with us

Criptomoedas

ADA tem grande possibilidade de cair para US$ 1 dólar

Publicado

em

ADA tem grande possibilidade de cair para US$ 1 dólar

O mercado de criptomoedas está caindo nas últimas semanas. Grande parte das moedas digitais caíram mais de 30% desde que antigiram seus pontos mais altos. 

Nesta terça-feira (21), o Bitcoin opera em alta de 5.03% e está sendo negociado um pouco acima de US$ 48.000.

O token nativo do ecossistema Cardano (ADA), é um dos piores desempenhos entre as principais criptomoedas, ADA caiu (59%) desde seu último topo ($ 3,10). 

Cardano ocupara a #8 posição no ranking de criptomoedas na Coingecko, sendo negociada a US $ 1,26 por moeda.

Se as perdas do mercado continuam a aumentar, ADA tem grande possibilidade de cair para US$ 1 dólar.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Mineração de criptomoedas é vista como uma saída da inflação na Venezuela

Cardano chegou a passar a Binance Coin (BNB) em valor de mercado e ficar entre as três principais criptomoedas atrás apenas do Bitcoin e do Ethereum.

No entanto, os recentes desempenhos permitiram que outras criptomoedas como a moeda Binance e Solana ultrapassassem o ADA.

Suportes importantes

O gráfico ADA / USD de 4 horas é um dos mais pessimistas das dez criptomoedas por capitalização de mercado. Os indicadores técnicos mostram que a ADA está em dificuldades e as perdas podem se prolongar.

Gráfico de 4 horas TrandingViews

A linha MACD está abaixo da zona neutra, indicando uma tendência de baixa para Cardano em relação ao dólar. Além disso, o RSI de 42 mostra que à medida que a pressão de venda aumenta, o ADA está se movendo em direção à área de sobrevenda.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Elon Musk afirma que agora as pessoas podem comprar um Tesla com bitcoin

No entanto, se os touros recuperarem o controle do mercado, a ADA pode testar o nível de resistência de $ 1,41 nas próximas horas. A menos que haja uma forte alta, o nível de resistência de $ 1,70 deve limitar qualquer tendência de alta de curto prazo na criptomoeda.

Compartilhar:
Advertisement

Estamos no Google News

Google news

ÚLTIMAS NOTÍCIAS