Connect with us

Mercado de Ações

Ações do Bradesco: queda de 36% em 5 anos, é hora de comprar?

Publicado

em

Ações do Bradesco: queda de 36% em 5 anos, é hora de comprar?
Foto: MoneyInvest.com.br

Nos últimos 5 anos, as ações do Bradesco caíram 36%, jogando um balde de água fria nos investidores de longo prazo. O Bradesco, que era o segundo maior banco por valor de mercado, perdeu espaço para o BTG Pactual e agora ocupa a terceira posição, que ainda continua dominada pelo Itaú Unibanco.

A perda da segunda posição de maior banco ocorreu após o Bradesco sofrer uma perda de R$ 30,69 bilhões em novembro de 2022, fazendo com que as ações chegassem a derreter mais de 17% na bolsa de valores em um único dia.

Agora, o Bradesco está na esperança de uma melhora da atual situação à medida que a taxa básica de juros, a Selic, volte a cair. Na Bolsa de Valores, muitos investidores acreditam que BBDC4 é uma oportunidade, já que o banco tem um histórico de distribuição de dividendos consistente.

Veja também:  Copom reage a riscos fiscais e taxa básica de juros vai a 7,75%

A empresa paga dividendos aos seus acionistas todos os anos, o que pode ser uma fonte de renda passiva para os investidores. Porém, com o mercado ainda em dúvidas, é importante fazer sua própria pesquisa antes de investir, para entender os riscos envolvidos.

O setor bancário é visto como um porto seguro para quem investe na Bolsa de Valores, pois as ações de bancos são menos suscetíveis a flutuações econômicas, pois fornecem serviços essenciais, como empréstimos e depósitos, que são fundamentais até em tempos de crise.

Google news

Isenção de responsabilidade: As publicações no site Moneyinvest têm um caráter meramente informativo, servindo como boletins de divulgação, e não devem ser interpretadas como recomendações de investimento ou solicitações de compra. SAIBA MAIS

Compartilhar:

Tendência