CONECTE-SE CONOSCO

Mercado de Ações

Ações: Carrefour Brasil sobe com possível venda da controladora; siderúrgicas caem

Publicado

em

Imagem: REUTERS/Charles Platiau

Por Ana Carolina Siedschlag

Investing.com – As ações do Carrefour (CRFB3) Brasil disparavam nesta quarta-feira (13) e levavam às do GPA (PCAR3) junto após a controladora francesa confirmar negociações com a canadense Couche-Tard para uma possível fusão. Siderúrgicas, Embraer, Hapvida (HAPV3) e Intermédica figuravam entre as maiores quedas, com correções após fortes altas dos últimos pregões. Fora do Ibovespa, a Ferbasa avançava 4% após acordo com a AES Brasil. Essas são as principais notícias corporativas do dia:

Carrefour Brasil – As ações do Carrefour disparam 14% na Bolsa de Paris após a empresa confirmar negociações de uma possível fusão com a canadense Couche-Tard. Aqui no Brasil, as ações braço da varejista francesa subiam 5,21% com a notícia, a R$ 21,22. Os papéis do GPA vinham na esteira, com alta de 3,18%.

Banco do Brasil (BBAS3) – O Banco do Brasil anunciou a abertura de 14 novas agências para atuar no setor do agronegócio. Segundo a instituição, o segmento representa 26% da carteira de crédito total do banco e teve crescimento de 4,2% nos últimos 12 meses, chegando a R$ 190,5 bilhões. Os papéis subiam 0,41%, a R$ 39,66.

SulAmérica (SULA11) – O Conselho de Administração da SulAmérica decidiu indicar o atual diretor vice-presidente de Controle e de Relações com Investidores, Ricardo Bottas Dourado dos Santos, para a posição de diretor-presidente, após o término do mandato de Gabriel Portella. Os papéis subiam 0,07%, a R$ 42,32.

AES Brasil – A elétrica AES Brasil, antiga AES Tietê (TIET11), assinou nesta terça-feira um memorando de entendimento com a Ferbasa (FESA4) para o fornecimento de 80 megawatts médios pelo prazo de 20 anos, com entrega de energia a partir de 2024. Os papéis da AES subiam 0,78%, enquanto a Ferbasa avançava 3,84%.

Locaweb – A Locaweb (LWSA3) concluiu a aquisição da Vindi, plataforma de gestão de assinaturas e pagamentos recorrentes no Brasil, que será incorporada à sua operação de vendas. Fundada em 2013, a Vindi oferece soluções no modelo de assinaturas e combina um software de cobrança recorrente com uma plataforma de pagamento. A ação subia 2,33%.

Direcional – A Direcional (DIRR3) registrou valor geral de vendas bruto, ou VGV, de R$ 697 milhões no quarto trimestre, o maior volume da história da empresa, com crescimento de 21% na base trimestral e de 26% na anual. Os papéis subiam 3,15%, a R$ 14,76.

Brasil Brokers – O conselho de administração da Brasil Brokers (BBRK3) aprovou o aumento do capital social da companhia no valor total de R$ 120 milhões mediante a capitalização da primeira emissão de debêntures da empresa. A ação subia 2,84%, a R$ 2,17.

Embraer – A Congo Airways firmou um novo pedido para mais dois jatos E195-E2 com a Embraer (EMBR3), que se soma à primeira encomenda idêntica de seis meses atrás e totaliza US$ 272 milhões pelas quatro aeronaves. Os papéis caíam 1,51%.

Itaú Unibanco – O Itaú Unibanco (ITUB4) anunciou a emissão US$ 500 milhões em notas subordinadas Nível 2, com vencimento em 10 anos e 3 meses, destinadas a financiar ou refinanciar projetos verdes ou sociais. A ação subia 0,68%.

BTG Pactual – O BTG Pactual (BPAC11) informou nesta quarta-feira que fechou acordo de parceria de cinco anos com a plataforma digital de conteúdo Mosaico, dona dos sites Zoom, Buscapé e Bondfaro. Os papéis subiam 0,54%.

Com informações da Reuters, Investing, Estadão Conteúdo e Agência Brasil

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Publicidade:

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas