Connect with us

Criptomoedas

Rainha da criptomoeda aplica golpe e foge com 3,5 bilhões de libras

Publicado

em

Rainha da criptomoeda aplica golpe e foge com 3,5 bilhões de libras
Ruja Ignatova usava vestidos de alta costura para promover o OneCoin

Ruja Ignatova criou uma falsa criptomoeda, deixando uma legião de pessoas falidas pelo mundo; seu paradeiro ainda é desconhecido.

A Dra. Ruja, como se denominava, estava oferecendo uma nova alternativa radical, uma criptomoeda perfeitamente segura criada por ela mesma, chamada OneCoin. A mulher de 36 anos disse à multidão que não era tarde demais para ingressar em uma revolução financeira que se tornaria maior que o Bitcoin em alguns anos

Ela pediu que investidores investissem em sua criptomoeda (OneCoin) o público ficou empolgado já que ela já tinha feito eventos semelhantes em Dubai, Macau e Cingapura. Os promotores da OneCoin trabalhavam duro em seminários e salas de bate-papo em todo o mundo, e a recompensa era espetacular. 

Em março de 2017, mais de £ 3,5 bilhões de libras haviam sido investidos no sistema da OneCoin em 175 países. Pensa-se que cerca de 100 milhões de libras sejam provenientes do Reino Unido.

No entanto, dentro de poucos meses, a misteriosa Dra. Ruja Ignatova seria uma fugitiva do FBI, acusada de conduzir uma das maiores fraudes individuais da história financeira. 

Veja também:  Bitcoin e Ethereum despencam à medida que o Fed sinaliza mais aumento nas taxas de juros

Hoje, suas vítimas somam mais de um milhão de investidores muitas enfrentando ruínas financeiras. Enquanto isso, o Dr. Ruja segue sendo procurada.

Descoberta do Golpe OneCoin

Primeira desconfiança sobre a OneCoin surgiu na Finlândia, Suécia e Bélgica, onde as autoridades emitiram avisos aos investidores. Sites financeiros especializados foram informados de que a OneCoin apresentava as características de um esquema de venda em pirâmide.

No outono de 2017, a auto-denominada ‘Rainha da criptomoeda’ parecia imparável. Mas em outubro, ela não apareceu em um evento da OneCoin em Portugal. 

Telefonemas frenéticos, e-mails e mensagens ficaram sem resposta. Ninguém ouviu nada na sede da OneCoin na capital búlgara.

E foi então, pela primeira vez, que a maioria dos milhões de vítimas da Dr. Ruja começou a perceber que algo estava seriamente errado.



Compartilhar:
Continuar Lendo Notícia

Tendência