CONECTE-SE CONOSCO

Criptomoedas

Policia federal faz operação para desarticular um grupo que operava pirâmides financeiras

Publicado

em

A PF (Polícia Federal)  deflagrou, na manhã desta quinta-feira (17), uma operação para desarticular uma quadrilha que atua no mercado de moedas virtuais e opera pirâmides financeiras. O grupo, sediado em São Leopoldo, no Vale do Sinos, chegou a captar 40 milhões de reais por dia e tem 1 milhão de clientes, conforme as investigações.

“O inquérito policial foi instaurado em janeiro deste ano e apurou que os clientes do grupo eram atraídos pela promessa de retorno na ordem de 100% sobre o valor investido, no prazo de seis meses. A captação de recursos estava estruturada em formato conhecido como ‘pirâmide financeira’, em que os novos investidores subsidiam os pagamentos de remuneração daqueles que já aplicaram recursos há mais tempo”, afirmou a PF em nota.

VOCÊ PODE GOSTAR:  A crise da Evergrande o que isso pode significar para o Bitcoin

Os agentes cumprem 65 mandados de busca e apreensão e dez de prisão nas cidades de Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo, Caxias do Sul, Curitiba (PR), Bragança Paulista (SP), Palmas (TO) e Brasília (DF).

Compartilhar:
Continue Lendo

Siga-nos no Google News

Siga-nos nas Redes Sociais

Ações Mais Procuradas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Receba notícia atualizadas