CONECTE-SE CONOSCO

Empresas

Oi: Diretora de RI pagará R$ 360 mil à CVM para encerrar processo

Publicado

em

Oi: Diretora de RI pagará R$ 360 mil à CVM para encerrar processo
Logo da Oi em orelhão no Rio de Janeiro 1/11/2017 REUTERS/Ricardo Moraes

Camille Loyo Faria, diretora de relações com investidores (RI) da Oi (OIBR3;OIBR4), fechou acordo com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para encerrar processo instaurado contra ela por não divulgação de fato relevante.

A Camille irá pagar R$ 360 mil para encerrar definitivamente o processo instaurado contra ela por não divulgação de fato relevante.

A Oi não divulgou fato relevante referente à venda da participação na Unitel para a Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) no começo de 2020.

Segundo a CVM, havia risco efetivo e relevante de que, caso a existência da Operação ou qualquer dos seus termos fossem tornados públicos, outros interessados poderiam buscar adotar uma série de medidas para “embaraçar, dificultar ou impedir a sua conclusão do negócio.

VOCÊ PODE GOSTAR:  Ação da Oi: Grupamento é inevitável

Além disso, a divulgação da Operação e dos seus termos era protegida por compromissos de confidencialidade assumidos nos contratos da Operação, a própria administração da Oi e de suas controladas seguiu protocolos para assegurar a confidencialidade da Operação.

Veja também:

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas