CONECTE-SE CONOSCO

Empresas

Oi adia divulgação de resultados para dezembro

Publicado

em

Oi adia divulgação de resultados para dezembro
Logo da operadora de telefonia Oi é visto em loja, REUTERS/Nacho Doce

Em Comunicado ao Mercado a Oi adiou a divulgação de seu resultado do terceiro trimestre que seria esse mês, para o início de dezembro.

O motivo seria devido ao trabalho adicional gerado pela necessidade de realizar auditoria completa sobre os números e cumprir um acordo prévio acertado com o órgão fiscalizador dos mercados do Estados Unidos (SEC).

A divulgação dos resultados da operadora Oi ficou para o dia 2 de dezembro.

Fato Relevante Oi

De acordo com fato relevante divulgado pela operadora, Existe assim a necessidade de completar o processo de full audit para os exercícios sociais de 2016, 2017 e 2018.

A Oi havia solicitado autorização para substituição no processo de full audit das demonstrações financeiras relativas ao exercício social de 2016 pelas informações financeiras relativas aos 9 primeiros meses de 2019, autorização esta concedida pela SEC em 11 de outubro de 2019.

O trabalho de auditoria full audit para o período encerrado em 30 de setembro de 2019 trouxe então um volume de trabalho e formalidades adicionais em relação à divulgação regular de informações trimestrais que demandam da Companhia e de seus auditores um prazo maior para sua conclusão.

Apesar do adiamento, a empresa antecipou que sua posição de caixa ao final de setembro era de 3,19 bilhões de reais e que o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) “de rotina” ficou “em linha com o ‘guidance’ previsto no plano estratégico divulgado em 16 de julho”.

O plano estratégico previu Ebitda de rotina da Oi em 2019 entre 4,5 bilhões e 5 bilhões de reais, com crescimento anual médio de 15% a 20% entre 2019 e 2021.

Veja o Fato relevante da Oi

Últimas sobre a Oi

LEIA TAMBÉM:  Carrefour anuncia compra do Grupo BIG por R$ 7,5 bilhões

Compartilhar:

Ações Mais Procuradas

Siga-nos no Google News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Siga-nos no Twitter

Receba notícia atualizadas