Connect with us

Criptos

Hackers Miram Hot Wallets para Roubar Bitcoins

Publicado

em

Hackers Miram Hot Wallets para Roubar Bitcoins
Foto de Coinhako / Unsplash

Na última terça-feira, o fundador do projeto Ordinal Rugs relatou que hackers roubaram 1,47 BTC (aproximadamente $103.003) e 4 BTC (cerca de $208.196) das carteiras hot wallet de alguns membros do servidor Discord Bitcoin Rock em Ordinais.

De acordo com um relatório da Dune Analytics. O Bitcoin virou um alvo tentador para hackers. As Hot wallet (Carteiras Quentes) estão conectadas à Internet, o que as torna vulneráveis a ataques de hackers e malware. Além disso, as hot wallets geralmente armazenam uma quantia maior de fundos, uma vez que são utilizadas para negociações e transações frequentes. Se um hacker obtiver acesso à sua carteira quente, ele poderá roubar todos os bitcoins.

Para mirar hot wallets, os hackers empregam várias técnicas para explorar vulnerabilidades. Um método comum é através de ataques de phishing, onde os hackers criam sites ou e-mails falsos que enganam os usuários para revelarem suas credenciais da carteira. Ao obter acesso às chaves privadas ou informações de login da carteira, os hackers podem facilmente transferir os fundos para suas próprias carteiras.

Outra técnica usada pelos hackers é o malware. Eles podem infectar o computador ou dispositivo móvel de um usuário com software malicioso, permitindo-lhes obter acesso não autorizado à hot wallet. Esse malware pode registrar teclas digitadas, capturar tela ou até mesmo assumir o controle do dispositivo remotamente, fornecendo aos hackers as informações necessárias para roubar as criptos.

Veja também:  3 Criptos para ficar de olho em Abril

Protegendo Sua Hot Wallet

É crucial tomar medidas proativas para proteger seus fundos. Aqui estão algumas medidas que você pode tomar:

  1. Ativar Autenticação em Duas Etapas (2FA): Ao ativar 2FA, você adiciona uma camada extra de segurança à sua hot wallet. Isso significa que mesmo que os hackers consigam obter suas credenciais de login, eles ainda precisariam de um método adicional de autenticação para acessar seus fundos.
  2. Atualizar Regularmente o Software: Manter o software da sua carteira e o sistema operacional atualizados é essencial. Os desenvolvedores frequentemente lançam correções de segurança e atualizações para resolver vulnerabilidades. Mantendo-se atualizado com essas atualizações, você minimiza o risco de se tornar vítima de técnicas de hacking conhecidas.
  3. Cautela com Tentativas de Phishing: Sempre verifique a autenticidade de sites e e-mails antes de fornecer qualquer informação sensível. Procure por sinais sutis de phishing, como erros ortográficos ou URLs desconhecidos. Quando em dúvida, entre em contato com os canais de suporte oficiais do seu provedor de carteira.
  4. Considere Usar Cold Wallets: Se você possui uma quantia significativa de bitcoins ou planeja mantê-los por um longo período, considere usar uma cold wallet (Carteira Fria). Essas carteiras não estão conectadas à internet, fornecendo uma camada extra de segurança contra tentativas de hacking.

Siga Money Invest no  Google News Money Invest

Compartilhar:

Tendência